Pravda.ru

Sociedade

Portugueses e brasileiros são os maiores adeptos de sexo de uma noite

25.07.2006
 
Portugueses e brasileiros são os maiores adeptos de sexo de uma noite

A revista norte-americana Men's Health fez um estudo mundial sobre sexo. 40 mil homens de 42 países participaram deste interrogatório. Os portugueses lideram destacados nas aventuras de uma noite. 81% dos inquiridos afirmam a sua preferência por este tipo de (não) relacionamento, quando a média mundial é de 59%. Só o Brasil se aproxima deste resultado - 77% dos homens dizem "sim" a esta prática.

O inquérito conclui ainda que Portugal é dos países onde o tempo gasto com preliminares é mais curto - cerca de 16 minutos, quando os mexicanos despendem, em média, 23. Mas são os húngaros os mais criativos: em média experimentam cerca de oito posições por relação sexual, seguidos dos argentinos com seis. Os portugueses ficam-se pelas quatro. A “ménage à trois” é uma fantasia para 19% dos brasileiros, seguidos dos ingleses e dos australianos (17,5%). Em Portugal, o sexo a três é desejado por 13% dos homens. Contudo, 51% dos portugueses afirma que deseja acima de tudo o prazer da mulher - um valor só superado pelos indonésios (63%).

Entre as várias nacionalidades, os mais fiéis são os polacos (63%), os alemães (61%) e os portugueses (51,5%). Apesar das infidelidades, os portugueses não «coleccionam parceiras», revelando o estudo que os homens de Portugal têm em média 7,68 parceiras ao longo da vida, número que contrasta com os 11,47 dos brasileiros. No que diz respeito ao número de relações sexuais por semana, os mais activos são os coreanos, com 4,5%. Os portugueses têm 3,78%.

Quanto à pornografia, são também os brasileiros os grandes consumidores deste tipo de conteúdos (30%), seguidos dos sul-coreanos (29%). Em Portugal, o consumo está acima da média (16%): pelo menos um em cada quatro homens é adepto de pornografia.

Loading. Please wait...

Fotos popular