Pravda.ru

Ciência

1º Encontro Mundial de Blogueiros

29.10.2011
 

1º Encontro Mundial de Blogueiros começa em Foz com cobranças por banda larga e marco regulatório da mídia

1º Encontro Mundial de Blogueiros. 15844.jpegAlém da música caipira de um grupo regional, abertura foi marcada pela tradicional cerimônia de iluminação da barragem de Itaipu, acompanhada de queima de fogos. Blogueiros presentes puderam replicar na internet o que acontecia no local, através de uma conexão sem fio gratuita. O encontro segue até sábado e conta com representantes de 32 países e 16 Estados brasileiros.

Marcel Gomes/Carta Maior

Foz do Iguaçu - O 1º Encontro Mundial de Blogueiros começou na noite de quinta-feira (27), em Foz do Iguaçu (PR), com um ato de abertura marcado por mensagens em favor da democratização da comunicação, críticas à grande mídia, pedidos por internet banda larga gratuita e mais políticas públicas para o setor. O evento ocorreu em um belo mirante em frente à usina de Itaipu, que é uma das patrocinadoras do encontro.

Além da música caipira de um grupo regional, a abertura foi marcada pela tradicional cerimônia de iluminação da barragem, acompanhada de queima de fogos. Os blogueiros presentes puderam replicar na internet o que acontecia no local, através de uma conexão sem fio oferecida gratuitamente pelos organizadores. O encontro continua nesta sexta (28) e sábado (29) e conta com representantes de 32 países e de 16 Estados brasileiros (veja programação abaixo).

Para o jornalista Renato Rovai, presidente da Associação Brasileira de Empresas e Empreendedores da Comunicação (Altercom), o encontro dos blogueiros é uma oportunidade para "ampliar as possiblidades humanas dentro das novas tecnologias". "Estamos conseguindo construir a democratização da comunicação aproveitando o que a tecnologia e a inteligência humana nos colocaram a disposição. Isso é importante porque não dependemos mais de concessões e de empresas", disse.

Editor da revista Fórum, Rovai lembrou que os blogueiros precisam aproveitar a "oportunidade" por o evento ocorrer em Foz, cidade onde está a tríplice fronteira entre Brasil, Argentina e Paraguai. "Muitas vezes nós, brasileiros, temos mais conexões com europeus e norte-americanos. Mas o fato de esse evento acontecer aqui ajuda a nos aproximar da América Latina, a construir um espaço que permita a construção de ações políticas reais", afirmou.

Ao lembrar que o encontro ocorria na usina de Itaipu, "um espaço estatal", Rosane Bertotti, secretária nacional de Comunicação da Central Única dos Trabalhadores (CUT), defendeu que o Estado tem obrigação de "fazer com que a comunicação seja um direito e de garanti-lo junto a sociedade". "Esse encontro também precisa ser um espaço para discutir gestão pública e como ela pode garantir a democratização do direito à comunicação", pontuou ela, que integra o Fórum Nacional pela Democratização da Comunicação (FNDC).

Ainda sobre o papel do Estado no setor, Altamiro Borges, do Instituto de Estudos da Mídia Alternativa Barão de Itararé, defendeu a luta por um marco regulatório para a comunicação no país e por uma banda larga de qualidade. "São bandeiras que nos unificam e que nos ajudam a enfrentar os impérios midiáticos deformadores de comportamentos e manipuladores da informação", disse o jornalista. Por sinal, o mote central do encontro é "O papel da blogosfera na construção da democracia", a partir da constatação de que as novas mídias absorveram grande parte da audiência da imprensa tradicional.

Também saudaram a abertura do evento o superintendente de Comunicação Social de Itaipu, Gilmar Piolla ("a nova missão institucional de Itaipu abriu a empresa para a comunidade e o debate sobre novas mídias é fundamental, porque transformou o relacionamento humano"), o secretário de Comunicação do governo Beto Richa (PSDB), Marcelo Catani ("será um evento com total garantia de pluralidade"), e o deputado federal e secretário nacional de Comunicação do PT, André Vargas ("como tuiteiro, sou um militante da causa, e o próprio Congresso do PT determinou a construção de um marco regulatório da mídia").

Ao longo dos próximos dois dias, participarão de debates em Foz do Iguaçu personalidades como Ignácio Ramonet, criador do Le Monde Diplomatique; Kristinn Hrafnsson, porta-voz do WikiLeaks; Luis Nassif, jornalista e blogueiro; Jesse Chacón, ex-ministro das Comunicações da Venezuela; e Pascual Serrano, fundador de um dos maiores sites de esquerda da Europa, o Rebelión. A mediação será feita por jornalistas e blogueiros vindos de diversos Estados brasileiros. O evento é promovido pelo Instituto Barão de Itararé e a Altercom, com patrocínio da Itaipu Binacional e da Sanepar.


Programação

27 de outubro - quinta-feira, 20 horas

19 horas - abertura oficial do evento no Centro de Recepção de Visitantes (CRV) de Itaipu

- Coquetel e iluminação da barragem de Itaipu

28 de outubro - sexta-feira

9 horas - Debate: "O papel das novas mídias"
- Ignácio Ramonet - criador do Le Monde Diplomatique e autor do livro "A explosão do jornalismo";
- Kristinn Hrafnsson - porta-voz do WikiLeaks;
- Dênis de Moraes - autor do livro "Mutações do visível: da comunicação de massa à comunicação em rede";
- Luis Nassif - jornalista e blogueiro;
* Mesa dirigida por Natalia Vianna (Agência Pública) e Tatiane Pires (blogueira do RS)

14 horas - Painel: "Experiências nos EUA e Europa"
- Pascual Serrano - blogueiro e fundador do sítio Rebelión (Espanha);
- Andrés Thomas Conteris - fundador do Democracy Now em Espanhol (EUA);
- Henrique Palma - criador do blog "A perdre La raison" (França) ;
- Jillian York - blogueira, colunista do Huffington Post, Guardian e da TV Al Jazeera (EUA);
* Mesa dirigida por Renata Mielli (Barão de Itararé) e Altino Machado (blogueiro do Acre);

16 horas - Painel: "Experiências na Ásia e África".
- Ahmed Bahgat - blogueiro e ativista digital na "revolta do mundo árabe" (Egito);
- Atanu Dey - blogueira da Índia e especialista em Tecnologia da Informação (Índia);
- Pepe Escobar - jornalista e colunista do sítio Ásia Times Online (Japão);
- Mar-Jordan Degadjor - blogueiro e diretor da ONG África para o Futuro (Gana);
* Mesa dirigida por Renato Rovai (Altercom) e Sérgio Telles (blogueiro do Rio de Janeiro);

Dia 29 de outubro - sábado

9 horas - Painel: "Experiências na América Latina".
- Iroel Sánchez - blogueiro da página La Pupila Insomne e do sítio CubaDebate (Cuba);
- Osvaldo Leon - editor sítio da Agência Latinoamericana de Informação - Alai (Equador);
- Martin Becerra - professor universitário e blogueiro (Argentina);
- Jesse Freeston - blogueiro e ativista dos direitos humanos (Honduras);
- Luis Navarro (Editor do jornal La Jornada - México)
- Martin Granovsky (Editor Especial do jornal Página 12 - Argentina)
* Mesa dirigida por Sérgio Bertoni (blogueiro do Paraná) e Cido Araújo (blogueiro de São Paulo);

14 horas - Painel: "As experiências no Brasil"
- Leandro Fortes - jornalista da revista CartaCapital, blogueiro e da comissão nacional do BlogProg;
- Esmael Moraes - criador do blog do Esmael.
- Conceição Oliveira - criadora do blog Maria Frô e tuiteira.
- Bob Fernandes - editor do sitio Terra Magazine [*];
* Mesa dirigida por Maria Inês Nassif (Carta Maior) e Daniel Bezerra (blogueiro do Ceará);

16 horas - Debate: A luta pela liberdade de expressão e pela democratização da comunicação.
- Paulo Bernardo - ministro das Comunicações do Brasil [*];
- Jesse Chacón - ex-ministro das Comunicações da Venezuela;
- Damian Loreti - integrante da comissão que elaborou a Ley de Medios na Argentina;
- Blanca Josales - ministra das Comunicações do Peru;
* Mesa dirigida por Julieta Palmeira (associação de novas mídias da Bahia) e Tica Moreno (blogueiras feministas);

18 horas - Ato de encerramento.
- Aprovação da Carta de Foz do Iguaçu (propostas e organização). http://www.patrialatina.com.br/editorias.php?idprog=a36adbc35e69b22acbf9f834a0deb286&cod=8804


Loading. Please wait...

Fotos popular