Pravda.ru

Ciência

Rússia tem condições de criar um sistema de defesa contra asteróides

25.10.2006
 
Rússia tem condições de criar um sistema de defesa contra asteróides

 Poucos sabem que cometas e asteróides  de todos os tamanhos passam por perto a nossa Terra o tempo todo. Na maioria dos casos estes objectos ficam despercebidos e considerados como o lixo do cosmo. Por exemplo Shvassmann-Vakhmann em 1995.

Porém, os outros como o  meteorito de Tunguska que chocou contra  a Terra em 1908, podem   causar  uma gigantesca explosão  e destruições .

 "A Rússia tem condições de criar um sistema de defesa contra asteróides, afirmou, ontem  em entrevista coletiva, o diretor adjunto da Roscosmos, a agência espacial russa, Victor Remishevsky.

"Atualmente não há meios para usar os foguetes e naves espaciais para enfrentar os asteróides que ameaçam a Terra", disse Remishevsky, que assegurou que, caso seja necessário, a indústria russa é "capaz de criar sistemas espaciais de defesa".

O diretor da Roscosmos afirmou que o perigo representado pelos asteróides que atravessam o sistema solar é um problema que deve ser enfrentado pela comunidade internacional em seu conjunto.

"Os aparelhos espaciais científicos, os telescópios e a infra-estrutura terrestre da Academia de Ciência da Rússia devem ser os primeiros a serem alertados sobre o risco de choque de asteróides com a Terra", acrescentou.

Segundo a agência oficial russa Itar-Tass, os cientistas do Instituto de Astronomia Aplicada da Academia de Ciência da Rússia já identificaram cerca de 400 asteróides e mais de 30 cometas que representam ameaça potencial para a Terra.

Com EFE


Loading. Please wait...

Fotos popular