Pravda.ru

Ciência

Hanseníase: datas que reforçam luta contra a doença

23.01.2009
 
Hanseníase: datas que reforçam luta contra a doença

Dia da Hanseníase: ambulatório do IOC recebe imprensa nesta segunda-feira‏ - Referência nacional para área, Instituto Oswaldo Cruz realiza 450 atendimentos mensais no Ambulatório Souza Araújo

Na última semana de janeiro, são comemorados o Dia do Hanseniano (24), o Dia Mundial de Combate à Hanseníase (26) e o Dia Estadual de Combate à Hanseníase (27). As datas são oportunidade para sensibilizar a sociedade sobre a importância do diagnóstico e tratamento da hanseníase e reforçar a luta contra o preconceito que envolve a doença, que é 100% curável através de um tratamento simples, disponível gratuitamente no Sistema Único de Saúde (SUS).

Referência nacional na área, o Ambulatório Souza Araújo do Instituto Oswaldo Cruz (IOC/Fiocruz) reúne alguns dos maiores especialistas na doença. Na próxima segunda-feira, dia 26, a equipe de médicos atenderá a imprensa, a partir das 10h. A imprensa poderá também falar com pacientes atendidos no serviço, desde que resguardada a identidade dos mesmos.

O ambulatório é responsável por cerca de 10% dos diagnósticos dos casos da doença realizados no Estado e no município do Rio de Janeiro. Com novas instalações inauguradas em maio de 2008 e uma equipe de 12 profissionais, a unidade realiza aproximadamente 450 atendimentos mensalmente, com ênfase na prevenção através da inclusão de amigos próximos e familiares no tratamento dos pacientes.

Segundo da Organização Mundial de Saúde (OMS), em 2007 foram registrados aproximadamente 225 mil casos da doença em todo o mundo, sobre tudo em países da África, Ásia e América Latina. Em 2006, números da Secretaria de Vigilância Sanitária do Ministério da Saúde registraram 40 mil novos casos. No mesmo ano, o Estado do Rio de Janeiro registrou 2446 novos casos, sendo 713 ocorrências no município.

Além de realizar o atendimento de pacientes em nível de referência – atendendo sobretudo casos encaminhados a partir de unidades básicas de saúde, o IOC desenvolve pesquisas científicas na área. Em 2007, o Instituto foi responsável pela identificação das alterações genéticas associadas a uma maior tendência ao desenvolvimento da doença, publicada na revista Nature Genomics.

O agendamento das equipes pode ser feito até o final da tarde desta sexta-feira, dia 23.

Serviço de Jornalismo do Instituto Oswaldo Cruz (IOC)

www.ioc.fiocruz.br


Loading. Please wait...

Fotos popular