Pravda.ru

Ciência

Clima de misticismo impera em Alto Paraíso

12.09.2006
 
Clima de misticismo impera em Alto Paraíso

Detentora do ponto mais alto do Estado de Goiás - bem pertinho das estrelas - e porta de entrada para os encantos da Chapada dos Veadeiros, a cidade de Alto Paraíso é considerada por muitos esotéricos como o ponto de maior concentração de energias do planeta.

 Talvez por isso esteja sempre à espera de visitantes de outras galáxias, além de atrair, é claro, ecoturistas e aventureiros.

A alta vibração energética que deu ao local o título de chacra cardíaco da Terra, dizem os moradores, deve-se ao fato de a cidade ter sido construída sobre uma imensa placa de cristal de quartzo. Por abrigar a maior jazida do minério no Brasil, alguns místicos chegam a profetizar que a região será a única a não sofrer uma possível devastação, tamanha seria a força positiva transmitida pelas rochas.

E não é preciso ser nenhum guru para sentir o clima de misticismo que impera em Alto Paraíso. Basta observar as construções ao redor, com arquitetura em formato de pirâmide ou arredondadas como cúpulas, e os diversos centros de estudos e de terapias alternativas que fundaram núcleos no local.

Quem estiver apenas de passagem também não terá do que reclamar: a maior parte das pousadas oferece tratamentos holísticos e locais para meditação. Mas, por melhor que sejam, o ideal não é passar o dia dentro das hospedarias, e sim caminhar pelas trilhas para contemplar a vegetação e, quem sabe, encontrar um duende ou um ET pelo caminho. A maior parte dos percursos leva a cachoeiras com piscinas naturais, como as de Almécegas, da Água Fria, de São Bento (que possui uma caverna submersa) e a do Macaco, próxima à comunidade Arco-Íris.


A paisagem que mais instiga a imaginação de místicos a ateus, no entanto, é o Vale da Lua, no distrito de São Jorge. Trata-se de um conjunto de rochas coloridas, semelhantes às crateras lunares, esculpidas pela força das águas do rio São Miguel ao longo dos séculos.


Outra atração de destaque fica por conta da força magnética do Jardim de Maytrea (divindade budista). Os esotéricos garantem: sua energia é inibidora de doenças. Já no Morro da Baleia, os místicos fazem vigílias e meditam, aproveitando a vista deslumbrante.


Os mais empenhados em absorver a atmosfera mística da região ainda encontram ufoportos (áreas destinadas ao pouso de discos voadores), portais ultradimensionais e o florido Jardim Zen, que demarca a linha por onde passa o famoso paralelo 14, que também corta a peruana Machu Picchu. 

Diário Online
 


Loading. Please wait...

Fotos popular