Pravda.ru

Federação Russa

Ivanov acusa NATO de venda ilegal de armas à Geórgia

30.09.2006
 
Ivanov acusa NATO de venda ilegal de armas à Geórgia

Um Tribunal de Tbilissi decidiu ontem manter em prisão preventiva, durante 60 dias, quatro oficiais russos e dez cidadãos georgianos. Os primeiros são acusados de espionagem e os segundos de "traição à pátria.

 Em resposta o Ministério da Defesa da Rússia anunciou hoje a suspensão do processo de retirada de suas duas bases militares da Geórgia. "Isto se deve à falta de segurança de nossas tropas no processo de retirada", disse à imprensa o comandante da Região Militar do Cáucaso Norte, general Alexandr Baranov.


 Ontem após o término na Eslovénia  da cimeira NATO-Rússia, Serguei Ivanov, ministro russo da Defesa, acusou os "novos países da NATO" de venda ilegal de armas à Geórgia. "Não os enumerarei em público, mas na NATO são conhecidos como o grupo de "novos países"", declarou Ivanov numa alusão clara à Estónia, Letónia, Lituânia, Bulgária, Roménia, Eslováquia e Eslovénia, que ingressaram na Aliança em 2004.


Ivanov acrescentou que aqueles países "violam as leis internacionais" e "desacreditam os certificados de venda de armas", assegurando também que os ministros da Defesa dos países "sérios" da NATO estão plenamente de acordo neste ponto.

Este mês, a Aliança Atlântica decidiu dar início a um "diálogo intenso" com a Geórgia, um passo importante para uma eventual futura integração. O ministro russo comentou que "é um direito soberano da Geórgia decidir se quer ser ou não membro da NATO", mas acrescentou: "Se a Geórgia aderir à NATO, enviaremos duas divisões para a fronteira com esse país para garantir a nossa segurança."


O secretário-geral da NATO, Jaap de Hoop Scheffer, não respondeu publicamente às acusações de Ivanov, mas apelou à "moderação" de ambas as partes do conflito, por enquanto verbal.


Embora tenha assinalado que o conflito "é um assunto bilateral entre a Rússia e a Geórgia em que a NATO não participa", o secretário-geral declarou que um membro da sua equipa conversou com o vice-ministro dos Negócios Estrangeiros da Geórgia.

Agências de notícias



Loading. Please wait...

Fotos popular