Pravda.ru

Federação Russa

Rússia, Belarus e Cazaquistão formam o governo supranacional

23.11.2011
 

Rússia, Belarus e Cazaquistão formam o governo supranacional. 15992.jpegOs presidentes da Rússia, Belarus e Cazaquistão chegaram a acordo sobre a criação da Comissão Econômica da União Euroasiática (UEA), que será mais um passo para a unificação dos três países. Ontem, dia 22 de novembro a Duma Estatal russa ratificou o tratado.

O primeiro passo foi a criação da União Aduaneira a funcionar desde julho de 2010. Já que no próximo ano estes três países vão viver em um espaço econômico comum, que em 2015, segundo os líderes desses Estados, deve se desenvolver para a União Euroasiática. Os vários acordos foram assinados dia 18 de novembro e o principal para estabelecer um órgão do espaço econômico de três países — a Comissão da União Eurásiática, de fato, um governo supranacional.

"Esta é certamente uma decisão muito séria. Ressalto que os mecanismos de tomada de decisão no seio da Comissão eliminam completamente o domínio de qualquer país sobre o outro, disse presidente russo Dmitri Medvedev. "Esta Comissão de direitos iguais espero que vá funcionar efetivamente, e os seus princípios de trabalho, baseados em princípios de mercado, democráticos, espero que levem em conta a melhor experiência da integração internacional", destacou.

"Não perdemos nenhuma soberania, ninguém faz a ninguém dirigir-se a qualquer lugar. Em cada Estado há profissionais modernos, que tudo contaram e pesaram. Empreendemos isto porque traz benéfico para os três países. Porque se trata da economia, de um monte de dinheiro, e não é declaração pura só "- disse o presidente da Belarus, Alexander Lukashenko.

De acordo com Nazarbayev, aqueles que falam sobre o renascimento do império russo, eles ou não entendem o que está acontecendo, ou apenas mentem, tentando impedir a integração dos três países. "Na União Soviética havia um sistema de comando administrativa rígida, a propriedade total do estado dos meios de produção, a idéia unificada comunista governava e representava um esqueleto do Partido Comunista. Você pode imaginar de volta Gosplan (Comissão de Planejamento) e Gossnab (Comissão de Abastecimento) agora restauradas? É isso que devemos dizer às pessoas que estão com medos fantasmas implicados por nossos adversários, ou apenas inimigos, "- disse o presidente cazaque.

Os documentos assinados -é o fruto do compromisso mútuo. Presidentes da Belarus e Cazaquistão destacaram a contribuição de Medvedev na busca de acordos mutuamente vantajosos.

"Quero ressaltar que para a idéia virar prática era necessária a atividade forte de liderança russa. E foi durante a  governação do presidente Medvedev quando havíamos bem avançado praticamente . Todos os dias estavamos trabalhando, promovendo esta idéia. Quero expressar a gratidão maior, "- disse Nursultan Nazarbayev.

Alexander Lukashenko também agradeceu a seu colega russo. "Se a Federação Russa, a liderança russa, não fizesse esta medida prática, a idéia, ainda por muito tempo, podia existir só como uma idéia. Hoje está sendo implementada, ou, dizendo exatamente — já foi incorporada em muitas coisas ", disse.

A Comissão será composta por duas partes: o Comitê de Conselho, que irá incluir os vice-primeiros-ministros de três países, e o Comitê de Parlamento, representado por delegados dos mesmos em uma base contínua. Os trabalhos da Comissão supervisionarão os três presidentes, que vão compôr o Conselho Superior Econômico da UEA. As portas para a União serão abertas a todos. Mas todos os membros potenciais deverão realizar uma série de textes para não prejudicar a economia mútua. Já que o principal objetivo da associação é o bem-estar dos cidadãos e a proteção da União de choques externos.

"A União Euroasiática se vê por países da União Européia como um projeto alternativo. Isto terá um impacto na sociedade do antigo bloco comunista, também pode afetar a população de língua russa dos Estados Bálticos. Bloco quebra a unidade da UE e promove a divisão das sociedades na Europa: um cartão adicional dos eurocépticos "- disse o analista, o professor no Instituto de Relações Internacionais e Ciência Política da Universidade de Vilnius (Lituânia), Nerijus Malukyavichus.

Ainda assim, ele acredita que o sucesso do projeto da Eurásia seria um pouco mais real, se neste projeto se encaixasse a China. De acordo com o analista, no momento, este projeto pode ser criado pelo Kremlin como uma entidade separada, mas "as realidades geopolíticas não vão funcionar se a China não desempenhar um determinado papel".

O jornal suíço Le Temps lembra que a Rússia estendeu a mão a Quirguistão, que, juntamente com Cazaquistão, deve ajudar a Rússia a reforçar a sua posição em relação à China. De acordo com Le Temps, em vez de ter que escolher entre Bruxelas e Pequim, Moscovo está a tentar criar uma aliança nova e poderosa da antiga União Soviética que, por sua vez, irá se concentrar em uma cooperação mais estreita com a UE na criação de uma "Grande Europa".

Lyuba Lulko

Pravda.Ru


Loading. Please wait...

Fotos popular