Pravda.ru

Federação Russa

Onde está Akhmed Zakaev?

22.05.2007
 
Onde está Akhmed Zakaev?

Onde está Akhmed Zakaev?

Onde está o senhor de guerra checheno, procurado por organizar grupos armados, terrorismo, tomada de reféns, assassínio, tentativa de assassínio e assalto armado? O perpetrador deste considerável curriculum vitae se encontra confortavelmente instalado no Reino Unido, o país que considerou razoável atribui-lo o asilo político.

Durante quase seis anos, mais precisamente desde o dia 20 de Setembro de 2001, as autoridades da Federação Russa tentam segurar a extradição do criminoso checheno Akhmed Zakaev, procurado por praticamente todos os crimes na lista. Mas desde 7 de Dezembro de 2002, reside em Londres, onde goza a vida como cidadão livre com asilo político, apesar de ter sido alegadamente envolvido na chacina de centenas de pessoas em numerosos incidentes, que foram perpetrados com uma crueldade quase estudada.

Apesar do mandato de captura internacional circulado entre as forças de Interpol, Zakaev já viajou a Dinamarca (onde foi finalmente preso durante cinco semanas em 2002 mas não foi extraditado), viajou à Alemanha, onde circulou como qualquer turista livremente, viajou aos Países baixos, onde também nem foi preso e tem estado a residir em Londres, onde um juiz britânico se recusou a extraditá-lo (13 de Novembro de 2003) e onde16 dias mais tarde, foi-lhe concedido o estatuto de asilo político.

Como, então, pode o Reino Unido estar a falar a sério acerca de um pedido de extradição pelo empresário russo Andrei Lugovoi, quando o homem procurado por solicitar pessoas a cometer assassínio, três crimes de assassínio, dois crimes de violência com intenção de causar danos corporais graves, um crime de falso aprisionamento, seis crimes de cometer actos de assassínio e/ou terrorismo, violência e tomada de reféns, se sente confortavelmente em Londres, cujas autoridades ignoram e desrespeitam o pedido de extradição da Federação Russa? E o quê fez Lugovoi, senão estar alegadamente em Londres perto da altura em que o também procurado Litvinenko foi envenenado, e quando o mesmo veneno foi encontrado em vários locais que nada tinham a ver com o primeiro?

Talvez as autoridades britânicas fariam bem em virar as pedras entre a escória da sociedade russa a residir em Londres, criminais e marginais a tremerem nos seus esconderijos providenciados e protegidos pelo Reino Unido, e pode ser que se surpreendam naquilo que encontram – quem sabe, ligações entre Litvinenko e Zakaev, quem havia de ser?

Timothy BANCROFT-HINCHEY

PRAVDA.Ru


Loading. Please wait...

Fotos popular