Pravda.ru

Federação Russa

Que dizem os gestos e mímicas do presidente da Rússia?

21.10.2007
 
Que dizem os gestos e mímicas do presidente da Rússia?

O que revelam os gestos e mímicas do presidente russo, quando se dirige ao publico? Hoje, nesta pergunta deu o seu comentário à “Komcomolckaya Pravda” à respeito disso, ex-consultante desse jornal e famoso psiquiatra, Mixail Vinogradov. Durante muito tempo, têm se dedicado aos estudos dos problemas pessoais e comportamentos das pessoas em situações extremas. (Video com imagens do Putin)

Nós pedimos ao Mixail Victopovitcha comentar a imagem do Putin passada no ecrã. Eis o que ele disse:

Na imagem:

Começo da emissão. O presidente Putin faz uma análise do trabalho feito durante o ano. Tem uma fisionomia muito intensa e movimenta muito a mão direita.

Mixoil Vinogradov:

- Postura de alguém que prepara para defender. Vladimir Putin preocupa-se com perguntas inesperadas de provocações.

Na imagem:

Putin felicita a equipa russa de futebol pela vitória.

Mixail Vinogradov:

- Este é um gesto muito importante que, determina o carácter de toda a conversa – é a formação duma relação de confiança.

O Putin faz muitos gestos, o carácter dos gestos que os psicólogos chamam de “dedo indicador”.

Mixail Vinogradov:

-Concertesa que, Putin inquieta-se. O objective do “dedo indicador” - fazer todo o possível para persuadir quem o escuta. Quem? Talvez eu e você, ou ele próprio. “A missão foi cumprida, tudo vai bem, eu estou seguro”.

Na imagem:

Em directo com o presidente esteve o jornalista Plecetck. Durante a exibição da gravação sobre o lançamento do míssil “Topol”. Putin está calmo, contido de gestos.

Mixail Vinogradov:

Respondendo nas perguntas dos dirigentes do estado que, não são sobre problemas sociais, o presidente volta ao seu aspecto, dum líder confiante.

Na imagem:

Uma habitante do Extremo Oriente, pondo a pergunta, ela cruzou os braços, como na oração.

Mixail Vinogradov:

- O povo quer ver o presidente como o “rei dos padres” e líder supremo. Nele reside toda a esperança.

Na imagem:

O Putin comete um lapso, em vez de dizer Extremo Oriente, disse Oriente.

Mixail Vinogradov:

O lapso não foi acidental. O problema do Iraque e Irão se encontram na agenda do presidente como principais questões do dia. Putin sempre está reflectindo-se sobre isso, dai o equívoco.

Conclusão:

As pessoas ao questionarem o presidente, não exigiam dele o relatório da sua função, mas sim, referiam ao futuro. Como que dizendo: “Vladimir Vladimipovitch, não temos nenhuma dúvida à cerca do nosso presidente para 2008”.

Em geral, as respostas do presidente e o estilo do seu diálogo com o povo, produz uma impressão positiva dele. Próximos passos do presidente mostram o tempo, mas o seu cargo ele não deixa. Sabendo que, a Rússia está numa situação de desenvolvimento económico estável, não é a melhor hora de mudar de presidente.

Dério Nunes


Loading. Please wait...

Fotos popular