Pravda.ru

Federação Russa

Empresas italianas recebem a licença extrair gás e petróleo russo

21.06.2006
 
Empresas italianas recebem a licença extrair gás e petróleo russo

A visita de Romano Prodi vem desenvolver o intenso diálogo político entre Moscou e Roma. No seu encontro entre dois amigos as Partes deram muita atenção às relações bilaterais.  “As relações com a Itália continuam uma prioridade da política externa da Rússia”  - disse presidente Putin.


  Putin  e Prodi anunciam o começo de um acordo com o qual as empresas russas poderão entrar no mercado energético italiano em troca da possibilidade das empresas italianas extraírem gás e petróleo russos. Uma colaboração,  que segundo Prodi não é só "de vendedor para comprador, mas se articula de um lado com uma presença italiana na Rússia no campo da produção e da exploração da energia; e de outro, com uma presença russa no setor de consumo"

   O acordo entre a ENI (Ente Nazionale Idrocarburi) e a Gazprom está mais próximo, na opinião do premier, que também não descarta a participação da Enel ( estatal italiana de energia).

   Sempre dentro do tema energético, Prodi disse para Putin que a Itália exercerá uma "persuasão moral" sobre a Ucrânia para que "providencie o aumento das próprias reservas estratégicas de gás para evitar que um inverno rigoroso produza as mesmas conseqüências registradas no ano passado".

   Outro resultado foi a assinatura,  de um acordo entre Sukhoi e Finmeccanica para a criação de um avião regional russo (de Russian Regional Jet, RRJ). Um acordo que Prodi considera importantíssimo por representar o retorno da Rússia e da Itália no campo da aviação civil, em um setor de "fortíssima difusão" e um passo à frente no intercâmbio no "hi-tech" entre os dois países".


Loading. Please wait...

Fotos popular