Pravda.ru

Federação Russa

Rússia não toma em sério o expulso de 34 diplomatas do Reino Unido

21.01.2008
 
Rússia não toma em sério o expulso de 34 diplomatas do Reino Unido

O Ministério dos Negócios Estrangeiros da Rússia resistiu a tomar em sério a notícia de Reino Unido quer expulsar 34 diplomatas russos em resposta ao encerramento dos escritórios do Conselho Britânico em cidades russas , possibilidade a ter sido anunciada pelo jornal Daily Mail.

 “ Ouvi falar sobre isso, mas o ministro dos Negócios Estrangeiros do Reino Unido disse não ter pensado a tomar nenhumas medidas de resposta”, declarou o ministro russo Serguei Lavrov, segundo Ria-Novosti.

  De acordo com  Daily Mail, o serviço da segurança britânico, Mi-5, tem preparada já uma lista de “ espías” e “agentes” russos que trabalham na embaixada e deveriam abandonar o país “ em resposta à intimidação dos diplomatas britânicos e funcionários do Conselho Britânico na Rússia”.

 Londres congelou a redacção de um acordo bilateral em matéria de vistos após Moscovo ter rejeitado extraditar o empresário Adrei Lugovoi, a que a Justiça britânica atribui o envenenamento do ex-agente do FSB , Alexander Litvinenko, em Novembro de 2006.

 Desde então o conflito diplomático entre dois países agrava-se com acusações mutuas.

 “A Parte britânica procura manter o assunto no plano político enquanto que nos não queremos politiza-lo e pretendemos ter sido resolvido no plano legal”, destacou Lavrov.


Loading. Please wait...

Fotos popular