Pravda.ru

Federação Russa

Embraer participa no Salão Aeroespacial Internacional MAKS 2007

20.08.2007
 
Embraer participa no Salão Aeroespacial Internacional MAKS 2007

América Latina se prepara para participar no Salão Aeroespacial Internacional MAKS 2007 que tem início desde terça-feira (21) no aeroporto de Zhukovski, a 60 quilómetros de Moscou. A exposição da MAKS acontece de dois em dois anos. Desta vez são  730 companhias ( 530 russas e 200 estrangeiras) que serão presentes . A exposição contara com os pavilhões brasileiro e chileno.

 A prestigiosa empresa brasileira Embraer traz novos modelos das naves destinadas aos vôos de curta e media distância produzidos para empresários , disse Alexander Velovich, chefe do serviço de imprensa do Salão à  Pravda.

A procura por essas máquinas cresce entre os empresários russos, sendo assim possivel o fechamento de contratos diretamente no campo de vôo Embraer ocupa a quarta posição entre os maiores fabricantes de aviões do mundo e lidera na categoria de naves de curta e média capacidade ( até 100 passageiros).

 A Força aérea chilena a organizadora do Salão FIDAE em Santiago de Chile participa como parceiro no salão russo.

 Possivelmente haverá ainda a participação da delegação cubana. Recentemente Cuban de Aviacion adquiriu três aviões de cargas russos “Tu-204” para os vôos de media distancia. Anteriormente ela comprou três aviões de cargas e passageiros IL-96-300 para renovar seu parque aéreo.

A novidade na MAKS 2007 será o sistema antiaéreo russo S-400 “Triumf”. Segundo avaliações dos especialistas agora ele não possui análogos no mundo. Ele é destinado para interceptar todos os tipos de engenhos voadores e mísseis cruzeiros. O S-400 poderá se tornar o elemento-chave na defesa do espaço aéreo de qualquer país.

 Pela primeira vez a Rússia exibirá também o míssil supersónico "Meteorit" , até hoje uma arma secreta, os novos helicópteros de resgate Mi-171CH e o moderno caça SU-25UBM.

O míssil "Meteorit", criado numa empresa da cidade de Reutov em arredores de Moscou, sem análogos mundiais, se distingue das outras versões por estar dotado de dispositivos técnicos únicos. Uma das novidades tecnológicas tem que ver com o despego do míssil cruzeiro desde um contentor cilíndrico com abertura automática de asa em vôo .

 Possui um conjunto de asas colocadas em disposição triangular com uma envergadura de cinco metros e pode ser disparado desde unidades navais , terrestres e aéreas. "Meteorit" foi fabricado para entrar em disposição combativa na década dos anos 80 , mas após a ratificação pela Rússia do Tratado para a redução de Forças e Armamentos Convencionais na Europa (FCE) foi retirado desde então moderno parque de armamentos.

Expertos russos acreditam que a anunciada demonstração de estes mísseis está associada com a recente retirada de Moscou desse Tratado.

 Por Lyuba Lulko

 Mais sobre armamento russo


Loading. Please wait...

Fotos popular