Pravda.ru

Federação Russa

Revogada a licença de exploração da Shell para Sajalin-2

19.09.2006
 
Revogada a licença de exploração da Shell para Sajalin-2

 O governo  da Rússia  já havia criticado  o desenvolvimento  do projeto de petróleo e gáz  Sajalin-2,  liderado  pelo grupo brtánico Shell.  Ontem  o Procurador Geral da Rússia revogou uma licença de exploração da Shell .


 "O procurador-geral divulgou um comunicado que anula o decreto de aprovação após um relatório ecológico. Estamos obrigados a aplicar esta decisão", disse  um porta-voz do ministério russo dos Recursos Naturais, Rinat Guizatulin.

  Segundo o  acordo, assinado   com Shell , o Estado russo deveria receber uma parte dos lucros uma vez realizado o investimento inicial. No entanto, a Shell anunciou  em julho de 2006 que o investimento necessário para desenvolver o projeto passaria de 10 bilhões de dólares para 20 bilhões de dólares, o que significou que o governo russo terá de esperar um tempo considerável antes de receber sua parte dos lucros.

O ministério russo dos Recursos Naturais anunciou que podia retirar as licenças de exploração  para mais dois projetos na Rússia: além da Sajalin-2 da Shell, Sajalin-1 da ExxonMobil e Khariaga da Total.


 "Esta medida pode afetar três projetos explorados como parte dos acordos para compartilhar a produção com o Estado", declarou  Serguei Fedorov, alto funcionário do ministério.


"No caso de violações na implementação de projetos técnicos de exploração, o ministério considera possível anular antes do prazo estabelecido as licenças para a exploração de jazidas", afirmou Fedorov.

"Atualmente, nenhum dos três projetos explorados como parte dos acordos para compartilhar a produção com o Estado respeita os projetos técnicos", acusou Fedorov.

AFP
 


Loading. Please wait...

Fotos popular