Pravda.ru

Federação Russa

Boas perspetivas do comércio bilateral.

18.07.2006
 
Boas perspetivas do comércio bilateral.

Os presidentes russo e brasileiro apontaram boas perspetivas do comércio bilateral. Na conferência com o dirigente brasileiro, Vladimir Putin assinalou as grandes possibilidades que se oferecem nas pesquisas espaciais, nas construções aeronáuticas, na agricultura e no setor energético. O chefe do Estado russo sublinhou que em 2005 o comércio bilateral cresceu 30 por cento. Por seu lado, Luiz Inácio Lula da Silva apontou que seu País apresenta saldo positivo nas trocas comerciais com a Rússia.

 Devemos trabalhar em comum para equilibrá-lo – resumiu. Vladimir Putin concordou e disse que isso seria bem possível mediante diversificação das permutas comerciais. E prosseguiu: “Ainda ontem, vários dos meus colegas no G8 haviam começado a preparar-se para uma discussão com Vossa Excelência sobre os problemas do comércio mundial.

Outrossim, o presidente russo disse que tinha prazer em poder analisar com o presidente brasileiro vários assuntos das relações bilaterais e da situação interacional. Luiz Inácio “Lula” da Silva congratulou o presidente Putin por ter o G8 debatido dois itens. Segundo o presidente brasileiro, tais são os problemas da segurança energética e da Rodada de Doha para liberalização do comércio mundial

Falando na coletiva de imprensa convocada para fazer um balanço dos resultados da cimeira, o presidente Vladimir Putin confirmou a intenção do G8 para prosseguir nos esforços voltados para apoiar o continente africano. O dirigente russo destacou a contribuição ativa que foi dada hoje para os debates dos problemas do desenvolvimento pelo presidente sul-africano Tabo Mbeki e pelos representantes da União Africana.

No dizer do presidente Putin, eles “falaram muito chamando a atenção dos representantes dos países mais desenvolvidos para os sérios problemas na área do ensino, sobretudo para as mulheres, e para os problemas da saúde”. Vladimir Putin manifestou a certeza de que as decisões tomadas para fomentar o comércio internacionais, nas quais o presidente brasileiro fez fincapé especial, serão também benfazejas para o desenvolvimento da África.


Loading. Please wait...

Fotos popular