Pravda.ru

Federação Russa

Rússia descarta pretensões territoriais no Antártico

13.03.2008
 
Rússia descarta pretensões territoriais no Antártico

A Rússia cumprirá minuciosamente os acordos internacionais sobre o Antártico quanto aos reclamações territoriais, assegurou hoje o primeiro-vice-primeiro – ministro da Rússia, Serguei Ivanov. Após 10 dias de estadia na zona mais ao sul do planeta, Ivanov declarou que Moscou não tem planos de exigir territórios de essa parte do mundo.

 Rússia é um dos signatários da convenção internacional sobre o Antártico, que prevê somente duas tipos de atividades: investigações científicas e provisão de transporte,disse Ivanov ao rádio-emissora Mayak.

"Compartimos o critério que este território vasto pertence a toda a humanidade e nele devem desenvolver-se só a ciência", destacou o responsável da modernização das Forças Armadas e do setor estratégico de economia. O ex-ministro da Defesa garantiu aos 300 cidadãos russos que trabalham nessa zona o governo tomar medidas para lhes garantir a segurança e conforto.

 Ivanov e o ministro do Transporte russo, Igor Levitin, realizaram uma viagem à estação polar russa Novolazarevskaya, onde tiveram um encontro com investigadores e  lhes prometeram a organização da segunda pista de aterrissagem na região. Moscou aspira ao monopólio de transporte aéreo no Ártico e Antártico, segundo Ria-Novosti.

 Nesse sentido resultam ideais para os vôos intercontinentais os aviões Iliushin-76 com motores PS-90 e os Iliushin-114 , disse o primeiro-vice-primeiro – ministro.

O Antártico guarda dois terços das reservas de água fresca do planeta , e 75 % dos biorecursos potenciais , reservas subárticas de petróleo  estimados em 50 bilhões de toneladas,  há reservas de carbono, metais raros e não ferrosos.


Loading. Please wait...

Fotos popular