Pravda.ru

Federação Russa

Putin propõe globalizar o acordo sobre mísseis de curto e médio alcance

12.10.2007
 
Putin propõe globalizar o acordo sobre mísseis de curto e médio alcance

O Presidente russo, Vladimir Putin, no encontro com secretária de Estado norte-americana, Condoleeza Rice e o ministro da Defesa, Robert Gates , avisou hoje os Estados Unidos de que o seu país poderá abandonar um tratado sobre mísseis de curto e  médio alcance se não for alargado de modo a impor restrições de armamento a outros países.

 “ Se não conseguirmos este objectivo, dificilmente poderemos nos manter no âmbito de esse acordo, enquanto outros Estados , que se encontram muito cerca das nossas fronteiras estão desenvolvendo estes sistemas de armamento”, disse, segundo Ria-Novosti.

O presidente russo disse que é preciso outros países assumirem as mesmas obrigações que foram assumidas pela Rússia e pelos Estados Unidos.

As advertências de Putin não são vãs. A Rússia já tinha causado algum alarme no Ocidente quando disse que vai suspender o cumprimento de outro tratado do tempo da Guerra Fria, sobre forças convencionais na Europa.

Putin também quer os EUA se absterem do escudo antimíssil na Europa de LesteComentando o tema da defesa antimíssil que será debatido nestas negociações , Putin manifestou a esperança de que os EUA “ se absterem de forçar os acordos atingidos anteriormente com os países da Europa do Este “ ( Polónia e República Checa).

 A intenção dos EUA é colocar sistemas antimísseis em Polónia e República Checa para prevenir possíveis ataques por parte de Irã e Correia do Norte. Moscou se opõe a este plano e sugere a alternativa de explorar em conjunto o radar situado em Gabalá em Azerbaijão.

 Por Lyuba Lulko


Loading. Please wait...

Fotos popular