Pravda.ru

Federação Russa

Império anglo-sionista e Rússia, em rota de colisão

11.05.2015
 
Império anglo-sionista e Rússia, em rota de colisão. 22148.jpeg

Como muitos de vocês já sabem, a Marinha Chinesa enviou dois navios de guerra para o Mar Negro. Estão a caminho da base naval russa em Novorossiysk.  Várias razões circularam sobre as razões dessa movimentação:

- os navios são parte dos preparativos para a visita de Xi Jinping, para as comemorações do 9 de maio;

- são parte de uma possível venda de fragatas chinesas à Rússia; 
- são parte dos preparativos para exercícios conjuntos sino-russos no Mediterrâneo.

Todas me parecem plausíveis. Embora alguns tenham especulado que a compra de fragatas chinesas pela Rússia seria grave desfeita contra a indústria russa, discordo.Se um país prepara-se para guerra, a quantidade de equipamento de defesa é muito mais importante que a nacionalidade do fabricante. Além disso, sabe-se que o desenho das naves da Marinha Chinesa é baseado no desenho dos navios russos. Assim sendo, não é caso de "a Rússia não pode fazer tal coisa", mas é, sim, caso de "os estaleiros russos estão operando em plena capacidade, e os chineses podem entregar encomendas imediatamente". Como solução rápida, faz perfeito sentido comprar equipamento de um aliado, especialmente se o desenho desse equipamento é baseado no seu.

Seja o caso qual for, a chegada desses navios da Marinha Chinesa é uma bofetada nos EUA e no resto da OTAN, que têm feito de tudo para mostrar o que chamam de "ação decisiva" no Mar Negro... Até que aparece a China e indica claramente que está com a Rússia. O fato de que russos e chineses estarão em manobras conjuntas no Mediterrâneo, que a OTAN sempre considerou como mare nostrum, é afronta ainda maior ao aspirante a hegemon global eterno.

Enquanto isso, vejam aí esse vídeo que acabo de receber de um amigo.

https://www.youtube.com/watch?v=r29k_T_o9To&feature=youtu.be

Quando vi esse vídeo, pensei 'é o exato tipo de 'vídeo de mobilização' que um país produz quando se prepara para a guerra'. Não há nada de errado com o patriotismo, desde que não degenere em nacionalismo, mas a repetição, feito mantra, de "Rússia! Rússia! Rússia! Rússia!" faz-me sentir muito desconfortável, porque ou visa a provocar "sentimentos de mobilização" ou, ainda pior, visa a aproveitar o estado já 'mobilizado' da população.

Não estou dizendo que a Rússia está pronta para atacar alguém. O que estou dizendo é que há numerosos sinais de que a Rússia está agindo como país que se prepara para guerra. Tampouco estou criticando a Rússia por estar-se preparando para a guerra. 

Estou apenas triste (e assustado) pelo fato de a Rússia sentir que tenha de preparar-se para guerra.

Para encerrar, acho ao mesmo tempo assustador e desanimador que a opinião pública no ocidente em geral seja mantida na mais nebulosa ignorância do fato de que, como está acontecendo nesse exato instante, o Império Anglo-sionista e a Rússia estão em rota de colisão. Como poderia alguém se opor a algo que não sabe que está acontecendo? 

Essa é a razão pela qual continuarei a soar o alarme, na esperança de que essa "barreira de silêncio" possa ser derrubada, antes que seja tarde demais.

The Saker

 6/5/2015, The Saker, The Vineyard of the Saker

http://thesaker.is/more-signs-of-preparations-for-war/

 


Loading. Please wait...

Fotos popular