Pravda.ru

Federação Russa

A Federação Russa adotará medidas caso EUA rejeitem proposta antimíssil

04.07.2007
 
A Federação Russa adotará medidas caso EUA rejeitem proposta antimíssil

A Federação Russa adotará medidas para garantir sua segurança se o governo dos EUA rejeitar a oferta de cooperação nos esforços de defesa antimíssil, afirmou Sergei Ivanov, primeiro vice-primeiro-ministro do país, segundo uma agência de notícias.

"Se nossas propostas não forem aceitas --e não posso descartar essa possibilidade --, a Rússia continuará a explicar, paciente e persistentemente, sua posição a respeito da questão", disse Ivanov, segundo a Itar-Tass.

"Mas, ao mesmo tempo, vamos adotar as medidas adequadas para garantir nossa segurança. E estamos prontos para adotar essas medidas. Encontramos uma resposta assimétrica e eficiente." Ivanov não especificou quais medidas seriam essas.

No encontro desta semana com o presidente dos EUA, George W. Bush, o presidente russo, Vladimir Putin, propôs um plano ampliado de defesa antimíssil no qual a Rússia e a Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) compartilhariam informações sobre mísseis eventualmente lançados por "países inamistosos."

A proposta acabaria com a necessidade identificada pelos EUA de prosseguir com seus esforços para montar um escudo de defesa antimíssil que contaria com instalações na Polônia e na República Tcheca, segundo Putin.

O governo norte-americano afirma que precisa do escudo para proteger-se de eventuais ataques com mísseis lançados por países como o Irã e a Coréia do Norte. A Rússia argumenta que o escudo representa uma ameaça a sua segurança nacional.

Bush prometeu estudar as propostas russas, que descreveu como "bastante inovadoras." Mas insistiu que o escudo antimíssil terá de contar com instalações no Leste Europeu.

Ivanov comanda o setor de defesa da Rússia, e muitos analistas apontam-no como provável sucesso de Putin.

Fonte Reuters


Loading. Please wait...

Fotos popular