Pravda.ru

Mundo

Rússia-OTAN: Tentar outra vez

27.05.2009
 
Rússia-OTAN: Tentar outra vez

Após “o escândalo do pseudo espião” e a expulsão mútua, uma reunião entre diplomatas do Conselho NATO-Rússia será realizada em Bruxelas na quarta-feira. De acordo com o embaixador russo na NATO Dmitry Rogozin, “ faremos uma análise profunda das nossas relações”. De acordo com ele, duas questões principais estão na agenda - reformar o Conselho NATO-Rússia para melhorar a qualidade de seu trabalho depois disso será possível falar sobre a normalização do diálogo político.

A reunião da quarta-feira do Conselho NATO-Rússia será a segunda após o conflito na Ossétia Sul. De acordo com Rogozin, “Esta situação foi agravada “pela decisão absurda da aliança de expulsar dois diplomatas de carreira russos e seu desejo teimoso em conduzir, apesar de tudo, suas manobras na Geórgia.” O embaixador russo igualmente disse que “o escândalo do espião foi resolvido com os princípios da reciprocidade.” A “NATO expulsou dois dos nossos diplomatas e nós expulsamos dois funcionários membros. “Agora temos que esquecer o passado e andarmos para frente”, disse.

De acordo com a declaração de Roma, os Estados-membros da NATO e a Rússia trabalham como parceiros iguais nas áreas de interesse comum no âmbito do NRC, que fornecem um mecanismo para a consulta consensual, cooperação, e na ação comum sobre um espectro largo nas questões de segurança da região Euro-Atlântica.


Loading. Please wait...

Fotos popular