Pravda.ru

Mundo

EUA e China: os desencontros de Donald Trump

25.09.2018
 
EUA e China: os desencontros de Donald Trump. 29584.jpeg

EUA e China: os desencontros de Donald Trump

  

Iraci del Nero da Costa *

  

  

Como já tive oportunidade de consignar, as mais variadas nações, sob os mais distintos matizes políticos e ideológicos - da extrema direita à extrema esquerda - buscaram materializar em seus próprios territórios os avanços econômicos propiciados pela revolução industrial ocorrida originalmente na Inglaterra. (1)

Entre tais países, como é óbvio, encontraram-se tanto o capitalismo dos Estados Unidos como o comunismo da China. E são justamente estes dois gigantes que se digladiam nos dias correntes procurando prevalecer, econômica e politicamente, na cena mundial. Ao que parece, enquanto a China de Xi Jinping persegue um amplo domínio econômico e técnico planetário, os EUA de Donald Trump, aparentemente de maneira contraditória, sente "saudades" de seu passado dominante e hegemônico e, ao mesmo tempo, tenta defender-se, ensimesmando-se, dos ditos "ataques" que sofre da China a qual tenta fazer-se presente na própria economia norte-americana. 

O fato mais marcante para este cronista é que a situação atual comprova inteiramente sua tese defendida no artigo acima citado, pois a China, embora continue a apresentar-se como uma ditadura comunista, aderiu integralmente às formas de produção características do capitalismo e, promovendo tal capitalismo de Estado, alarga em escala universal sua influência econômica percorrendo como compradora e vendedora todos os continentes além de estabelecer suas indústrias nos mais remotos rincões do planeta.

Ademais, dada sua presença na Ásia na qual encontram-se nações altamente desenvolvidas ou em processo acelerado de crescimento econômico - basta aqui lembrar a incomensurável Índia - e contemplada sua ação junto a territórios os mais longínquos, caso da África para ficarmos apenas num exemplo, pode-se esperar, para o futuro próximo o domínio econômico absoluto da China sobre todo o planeta. Destarte, não é de se estranhar as ações, muitas vezes caóticas, extemporâneas e trôpegas, certamente dominadas pelo desespero de um político absolutamente despreparado e inteiramente claudicante como o é Donald Trump.

Cumpre, por fim, tomar em conta os vários alertas efetuados por diversos observadores sobre as atitudes e resoluções do presidente Trump as quais poderão vir a afetar negativamente tanto a economia mundial como também a dos próprios Estados Unidos.

  

         NOTA

1 COSTA, Iraci del Nero da. A Revolução Industrial e suas múltiplas facetas. São Paulo, 20 de maio de 2013. Informações FIPE [boletim eletrônico]. São Paulo, FIPE, n. 395, p. 15-17, 2013. Veja-se também a versão em português do site Pravda.ru online divulgada em 2 de dezembro de 2013, disponível em: http://port.pravda.ru/sociedade/cultura/02-12-2013/35748-revolucao_industrial-0/ .

  

  

* Professor Universitário aposentado.

 


Loading. Please wait...

Fotos popular