Pravda.ru

Mundo

Ban agita Genebra-2 sobre a Síria

23.01.2014
 
Ban agita Genebra-2 sobre a Síria. 19649.jpeg
Olhem quem fala- campo de tortura dos EUA

Uma das precondições para ser eleito secretário-geral da ONU é que o candidato tem de ser rotineiramente capaz de chutar 'com efeito' e surpreender o goleiro. Mas o atual secretário-geral, Ban Ki-Moon, acaba de chutar uma que, em vez de mudar de rumo e 'cair para dentro do gol', mudou de direção para fora do gol, diretamente para o mato. O secretário-geral insiste que não sabia que estava chutando com tanto efeito; quase disse que 'saiu sem querer'.

Claro, a variação é muito importante na diplomacia, e o convite de último momento que Ban fez ao Irã para que participe da Conferência Genebra-2 sobre a Síria[1] nem foi completamente inesperado. Mas quando apareceu, surpreendeu, sim. Particularmente, Washington. A porta-voz Jen Psaki do Departamento de Estado pediu que Ban rescinda o convite, a menos que o Irã endosse "integral e publicamente" o Comunicado de Junho de 2002 [chamado "Genebra-1"]. A Coalizão Nacional Síria [orig. Syrian National Coalition (SNC)] ameaçou não aparecer em Genebra-2, se o Irã lá estiver.[2]

O próprio Ban tem dito e repetido que "falou longamente" com o ministro de Relações Exteriores do Irã Javad Sharif, o qual lhe "assegurou" que "compreende" que "a base" de Genebra-2 é o texto aprovado em junho de 2012. Prima facie, parece que é o fim do mundo, menos de 72 horas antes do início de Genebra-2 marcado para amanhã, 4ª-feira.

Contudo, se se analisa melhor, a arte do chute direto a gol é difícil e exige longo, dedicado treinamento para que dê o resultado que se deseja que dê. Ban, todos sabemos, jamais deu qualquer sinal de algum dia ter praticando chute direto a gol nas horas de folga. A reação de Psaki pode ter sido completa encenação? Talvez o governo Obama já estivesse informado de que Ban andava treinando tiro a gol com muita determinação e dando o melhor de si, nesses últimos dias, enquanto Genebra-2 se aproximava? Talvez... o treinador fosse Tio Sam em pessoa? Talvez tudo isso não passe de estratégia de retirada?

Psaki disse com tanto de vagueza quanto de informação que Washington até conseguiria conviver com a participação do Irã, desde que os iranianos explicitamente endossem o Comunicado de junho de 2012, embora tenha usado uma fórmula de dupla negação para dizê-lo - "É algo que o Irã jamais fez publicamente e algo que nós [EUA] dizemos claramente, há muito tempo, que é indispensável. Se o Irã não aceitar publicamente e integralmente o Comunicado de Genebra, o convite deve ser rescindido."

Teerã ainda não respondeu. Apenas registrou o recebimento do convite,[3] registro protocolar. Considerados o engenho e a arte do pensamento dos persas, eles estão certamente formatando uma declaração em que endossem o comunicado de junho de 2012, mas de tal modo e com tais palavras que nada sugira que estejam cedendo à precondição imposta pelos norte-americanos.

Humilhações e embaraços provocadas e sofridas são considerações muito importantes naquela parte do mundo. (De fato, guardo nos meus arquivos o fascinante verbete redigido pela CIA, de 1994, sobre 'Face' [ing., aproximadamente 'autoimagem', 'autoapresentação'], 'Face' Among the Arabs[4].) Mas, por outro lado, nada disso é, de fato, matéria substancial; é um não assunto, uma não questão, porque o Irã genuinamente nada esconde, que possa de algum modo ameaçar o processo de Genebra-2.

Além disso, Teerã certamente sabe que o governo Obama deseja que o Irã esteja lá, para Genebra-2, na 4ª-feira; mas teme convidar Teerã publicamente (os sauditas subiriam pelas paredes).

Pela minha avaliação, o verdadeiro problema será o Conselho Nacional Sírio. Na língua malaiala, diz-se que "o coco sempre cai na cabeça de quem mais quer gemer..." O CNS é participante muito relutante de Genebra-2. Agora, se decidir fazê-lo, terá desculpa para pular fora. ****


________________________________________
[1] http://www.jpost.com/LandedPages/PrintArticle.aspx?id=338726
[2] http://www.theguardian.com/world/2014/jan/20/syrian-opposition-withdraw-talks-iran-invitation/print
[3] http://english.farsnews.com/print.aspx?nn=13921030000199
[4] https://www.cia.gov/library/center-for-the-study-of-intelligence/kent-csi/vol8no3/html/v08i3a05p_0001.htm

20/1/2014, Indian Punchline
http://blogs.rediff.com/mkbhadrakumar/2014/01/20/ban-animates-geneva-2-on-syria/


Loading. Please wait...

Fotos popular