Pravda.ru

Mundo

Saakashvili estava a defender “valores americanos” ao chacinar 2.000 civis russos?

20.08.2008
 
Saakashvili estava a defender “valores americanos” ao chacinar 2.000 civis russos?

Entrevista do Secretário de Estado do MRE russo Alexander Grushko na situação acerca do conflito Geórgia-Ossétia do Sul

Pergunta: A discussão dos problemas de Ossétia do Sul e de Abakhásia continuarão a nível internacional - em que formatos?

Resposta: Como parte do diálogo Rússia-UE, na ONU e no OSCE. Nós precisamos de assegurar-nos de que a opinião dos povos ossétios do sul e abcásios seja ouvida.

A comunidade mundial representada por todas as suas organizações e intervenientes principais deve dar uma avaliação íntegra do ato cometido pela liderança da Geórgia. Muitos dos nossos parceiros ficaram estupefactos pela retórica “democrática” de Tbilisi. Os acendimentos bárbaros em Tskhinvali ficaram na conversa grande do Sr. Saakashvili como sendo a defesa de valores democráticos e americanos.

Nós esperamos que uma lição seja retirada desta história trágica. A liderança georgiana jogou

Na mesa um desafio não somente à Rússia, mas à ordem mundial contemporânea também. A comunidade internacional deve dar uma resposta. O comportamento responsável dos estados é a única garantia de criar um sistema de confiança de segurança internacional. Se, entretanto, tudo é embebido na ideologia, e frases bonitas, a seguir nós continuaremos a ser enfrentados com desafios como as aventuras da liderança georgiana.

Entrevista publicada no jornal Vremya Novostei 15 de Agosto, 2008

MRE Federação Russa

Composta por Olga SANTOS


Loading. Please wait...

Fotos popular