Pravda.ru

Mundo

OTAN ignora oferta de trégua e intensifica ataques à Libia

17.05.2011
 

OTAN ignora oferta de trégua e intensifica ataques à Libia. 15006.jpeg

O primeiro-ministro da Líbia, Baghdadi Mahmudi, apresentou neste domingo (15) uma nova oferta de trégua em troca de um imediato cessar-fogo por parte das forças da Otan (Organização do Tratado do Atlântico Norte). A proposta vem à tona no momento em que o conflito na Líbia entra em seu terceiro mês e foi feita ao enviado especial da ONU (Organização das Nações Unidas) a Trípoli, Abdul-Ilah al-Khatib.

Citado pela agência estatal de notícias Jana, Mahmudi disse, depois de uma reunião com Al-Khatib, que a Líbia está pronta para "um imediato cessar-fogo que coincida com o fim dos bombardeios da Otan e com a aceitação de observadores internacionais".

Al-Khatib tenta encontrar uma solução política para o conflito. Durante conversa com o ministro das Relações Exteriores, Abdelati Al-Obeidi, ele foi informado da magnitude dos abusos e graves violações cometidas pela Otan no país. O primeiro-ministro líbio também acusou a Otan por assassinatos políticos, cerco naval, bombardeio de áreas civis e destruição da infraestrutura líbia.

Em meio à oferta de trégua, o comandante das forças armadas britânicas, general David Richards, defendeu neste domingo (15) que a Otan intensifique sua campanha militar para assegurar que o líder líbio Muammar Kadafi não continue no poder.

A própria Otan confirmou neste domingo que tinha atacado posições do Exército Líbio perto de Zawara, na fronteira com a Tunísia, uma área que várias fontes afirmam ter se transformado em um campo de batalha cada vez mais extenso.

Um despacho da agência de notícias oficial tunisiense TAP disse que os aviões ocidentais bombardearam quartéis e instalações de radar na cidade líbia de Boukamache, na fronteira, e explosões foram ouvidas no posto fronteiriço das próximidades de Ras Jdir.

Dado o clima de tensão na área, o exército da Tunísia permanece em estado de alerta em Ras Jdir desde sábado passado, depois de um apagão no lado libio, informou a TAP.

Novos ataques

Rejeitando a oferta de trégua do governo de Kadafi, aviões da Otan atacaram na madrugada desta segunda-feira (16), uma instalação petrolífera em Ras Lanuf e outras áreas da capital. Os novos bombardeios também incluíram os subúrbios ao leste de Trípoli, onde uma instalação de radar foi parcialmente destruída, informaram moradores do bairro de Tajura que fica a 15 km da capital.

Uma estação de radar, instalada no meio de várias casas, foi destruída em Tajura, segundo os moradores, que ouviram três fortes explosões. Outras detonações foram ouvidas mais ao leste.

Tajura abriga várias instalações militares e radares. O bairro é atacado quase todos os dias pela coalizão internacional presente na Líbia.

Foto: Civis "desarmados" na Líbia

Da redação com agências

Vermelho.org.br


Loading. Please wait...

Fotos popular