Pravda.ru

Mundo

Salão Aerospacial Internacional em Berlim. "Sukhoi" tenta a fazer recuar "Embraer".

17.05.2006
 
aviaoSuchoi

 No aeroporto Chenefeld em Berlim ontem terminou as mostras  o Salão Aerospacial Internacional ILA 2006, no qual a Rússia ostentia o título de honra de “país parceiro”. A exposição apresentou mais de mil aparelhos fabricados em 43 países. O estande russo reúniu produtos das corporações mundialmente famosas “Iliuchin”, “Sukhoi”,  “Kamov” e “Mil” e várias empresas da indústria espacial.

Uma surpresa foi feita pela corporação “Sukhoi” que nesta vez apresentou um projecto civil e não militar. O Director Geral da corporação Mikhail Pogosian declarou que a sua empresa  planificava construir os aviões civís em massa, contando ganhar um posto digno no mercado internacional.

A ” Sukhoi” tem a intenção a começar a produção  dos” aviões regionais”, que levam no bordo de 60 até 90 passagéiros.

Salão Aerospacial Internacional em Berlim. "Sukhoi" tenta a
O vôo experimental realizar-se-á no 2006.

Atualmente na  liderança deste sector de mercado vão as corporações brasiléira “Embraer” e canadiensa “Bombardier”, que em total satisfazem a procura de duas terças do mercado.  A “Sukhoi “ vai tentar a fazer recuá-las. Nos próximos 15 anos a corporação pretende construir e vender cerca de 800 aviões. 

 Outro evento do Salão foi a apresentação do grupo de aviões russo-alemão criado para remediar catástrofes de vários tipos na Europa . Ele é composto pelo avião de transporte IL, o helicóptero de resgate Bo-105 e o helicóptero anfibio multifuncional Be-200, bem como o hospital aéreo de Bundesver da Alemanha.

 Segundo a opinião dos especialistas este grupo aeronáutico conjunto possuirá as oportunidades reais do resgate global e evacuação das pessoas.


Loading. Please wait...

Fotos popular