Pravda.ru

Mundo

NATO, EUA e as explosões na Albânia

15.03.2008
 
NATO, EUA e as explosões na Albânia

9 mortos, 240 feridos e 300 edifícios destruidos em enormes explosões em paiol perto de Tirana, capital da Albânia. Fontes citadas pela imprensa local apontam para a presença de pessoal da OTAN no paio na altura da explosão. Reportagens de muitas baixas entre 63 soldados norte-americanos. Número de mortos pode aumentar consideravelmente.

Vorë, Gerdec, perto de Tirana. 12.15 da tarde, houve uma pequena explosão no paiol, onde trabalhava uma equipa norte-americana contratada pela OTAN para desmantelar armamento antigo (Albânia tem grandes estoques de munições – cerca de 100.000 toneladas - que remontam ao ano de 1945). A maioria dos 80 trabalhadores a trabalhar no local na altura conseguiram fugir, antes de uma explosão muito maior dez minutos depois. No total, houve 5 explosões que lançaram estilhaços sobre uma grande área à volta de Gerdec.

Janelas no aeroporto de Tirana foram partidas e alguns voos cancelados.

As explosões foram tão grandes que foram ouvidas em Skopje, capital da Macedónia, a 190 km de distância. Às 22.00, o paiol continuava a arder.

Nard Ndoka, Ministro de Saúde, declarou que muitas crianças se encontravam entre as vítimas. Juela Mecani, porta-voz do Primeiro Ministro Sali Berisha, descreveu a explosão como “catastrófica” e declarou que havia 63 tropas norte-americanas na base na altura da primeira explosão.

Fontes locais há muito tempo têm criticado as normas de segurança na base, dizendo que pólvora era guardada em caixas abertas. Fontes locais disseram a PRAVDA.Ru que as munições antigas foram removidas há algum tempo e que novo armamento mais moderno e “perigoso” estava no local na altura da explosão.

Cristina GARCIA

PRAVDA.Ru


Loading. Please wait...

Fotos popular