Pravda.ru

Mundo

Regime de Bush e tortura - Veredicto: Culpado

12.02.2008
 
Regime de Bush e tortura - Veredicto: Culpado

 Em uma entrevista com a CNN esta semana, Jimmy Carter, Presidente dos Estados Unidos da América entre 1977 e 1981, declarou que longe de acreditar que o governo Bush comete tortura, ele sabe que acontece. Negando a veracidade da afirmação de George Bush na quinta-feira que "Este Governo não tortura pessoas", ele acrescentou que "nosso país, pela primeira vez na minha vida, tem abandonado o princípio básico dos direitos humanos. Dissemos que as Convenções de Genebra não se aplicam para os detidos na prisão de Abu Ghraib e na base de Guantanamo, e temos decidido que podemos tortura prisioneiros."

Para Jimmy Carter, a influência do vice-presidente Cheney sobre política externa em geral e sobre George Bush, em particular, foi "desastrosa" para os E.U.A..

As declarações de Jimmy Carter, que por meio do Centro Carter, em suas próprias palavras, "empenhados em fazer avançar os direitos humanos e aliviar o sofrimento humano desnecessário ... Criando um mundo em que cada homem, mulher e criança tem a oportunidade de desfrutar de um bom estado de saúde e viver em paz" tem percorrido o mundo promoção dos direitos humanos, vem no mesmo momento em que Michael Hayden, director da CIA, admitiu que este Agência utilizado tortura contra três detidos.

A prática utilizada nesta câmara de tortura estilo medieval foi waterboarding , ou afogamento simulado, confirmando a declaração do ex-agente da CIA John Kiriakou em Dezembro que os E.U.A torturou prisioneiros.

Hayden admitiu que "waterboarding" tinha sido utilizado em três "suspeitos", Khalid Sheikh Mohammed, Abu Zubaydah e Abd Al-Rahim al-Nashiri.

O Presidente dos Estados Unidos da América diz que o seu país não tortura prisioneiros. O director da CIA e seus agentes admitem que os Estados Unidos da América, efectivamente, tortura prisioneiros. O director da CIA afirma que a tortura era "apenas" usado sobre estas três presos.

Parece a grande heroína americana, Lynndie England, afirmando que eles estavam "apenas a brincar", em Abu Ghraib, torturando os prisioneiros nos órgãos genitais, atacando-os com cães, urinando na sua alimentação, privando-os de sono, e sodomizando-os. Grande divertimento! Mais uma vez, temos mentiras descaradas ao lado da maldade pura a um nível institucional vindo de Washington.

Temos George Bush proclamando que Saddam Hussein " enganou o mundo" com as suas "histórias" que ele não tinha Armas de Destruição Maciça. Temos Presidente Bush proclamando que o seu país não tortura prisioneiros, temos o director da CIA dizendo "bem, apenas três" e temos provas de que de fato, a prática da tortura tem sido um pilar da política dos EUA durante vários anos, em vários continentes e em dezenas ou mesmo centenas de casos - porque senão por quê é que as provas foram destruídas (caso Mukasey, investigação criminal em Janeiro de 2008 sobre a destruição das fitas de vídeo interrogatório de suspeitos por agentes CA)?

Se tortura só tina sido usado em três presos, como é que houve tantas fotografias de tantos presos em tantas diferentes posições humilhantes em tantas celas, rodeado por tantos agentes? Será porque Bush e Hayden estão a dizer a verdade?

Que os Estados Unidos da América não tortura prisioneiros, ou bem, apenas três? Ou que tanto o presidente como o director da CIA são mentirosos descarados e estão ambos em última instância responsável por actos criminosos e crimes de guerra?

Sendo este o caso, se realmente os Estados Unidos da América é um país assente no Estado de Direito e no respeito pelos direitos humanos, o que evidentemente, não é, onde está o sentido de responsabilização para o bando de criminosos elitistas no Governo, ou seja, o Regime de Bush? Não existe.

Então, podemos concluir que a todo aquele que " enganou " do mundo, o seu país, o seu povo, e os nobres preceitos sobre a qual o seu país e as suas instituições foram fundadas, é George W. Bush, o Presidente que deixa o seu país com as imagens de Abu Ghraib e Guantanamo firmemente nos corações e mentes da comunidade internacional.

Timothy BANCROFT-HINCHEY

PRAVDA.Ru


Loading. Please wait...

Fotos popular