Pravda.ru

Mundo

Mundo precisará de 5 milhões de professores até 2030

10.10.2013
 
 
Mundo precisará de 5 milhões de professores até 2030. 18981.jpeg

Professores da rede pública de ensino do Rio de Janeiro na Avenida Presidente Antônio Carlos, no centro da cidade. Foto: Agência Brasil/Tomaz Silva

Mais de 5 milhões de professores precisam de ser contratados a nível mundial até 2030, segundo estudo apresentado pela Unesco no Dia Mundial dos Professores (5 de outubro). A meta ajudaria também os países a atingir um dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio até 2015, o objetivo número dois que visa a atingir o ensino básico universal.

A agência estima que 1,6 milhão de professores adicionais serão necessários para alcançar a educação básica universal até 2015, e este número vai subir para 3,3 milhões em 2030, de acordo com um relatório publicado pelo Instituto de Estatísticas da Unesco.

O relatório também mostra que um total de 3,5 milhões de novos postos de trabalho no primeiro ciclo do ensino básico terão de ser estabelecidos até 2015, com 5,1 milhões de professores necessários até 2030.

Esta é a primeira vez que as projeções do Instituto estendem-se até 2030 e inclui dados sobre o primeiro ciclo do ensino básico.

A situação da falta de professores é mais evidente no continente africano e países árabes mas, a nível mundial, há cerca de 57 milhões de crianças em idade escolar que não estão frequentando a escola. Deste número, a maioria são meninas e as Nações Unidas calculam que metade nunca terá acesso a educação.

 

Ainda assim, "o desafio vai além dos números", segundo comunicado conjunto de chefes de quatro agências das Nações Unidas.

No comunicado, eles afirmam que "os professores são a solução para a crise da aprendizagem" mas "muitos são mal treinados, mal apoiados e excluídos das questões sobre políticas educacionais e das decisões que os interessam e os afetam".

"Neste Dia Mundial dos Professores, juntamos forças para agradecer aos professores", diz a mensagem, observando no entanto que "mais professores devem significar melhor qualidade de aprendizagem através de formação adequada".

Num evento organizado pelo Unicef, em Nova York, Gordon Brown, enviado especial da ONU para a Educação Global, reiterou que estão acontecendo duas alterações significativas nos últimos dois anos: os países estão verificando que não serão bem sucedidos se não investirem na educação e que os jovens demandam educação.

"Educação não é a única maneira de fortalecer as oportunidades pessoais. Não é a única maneira de quebrar o ciclo de pobreza. Mas é uma forma de as nações se tornarem mais prósperas", afirmou Gordon Brown.

O enviado especial também defendeu que "a menos que consigamos contratar mais professores, teremos gerações de pessoas desempregadas e que não serão empregáveis".

No mesmo encontro outras autoridades discursaram, reiterando a necessidade de inclusão das tecnologias como auxiliares do processo educativo e a importância de se discutirem as políticas educacionais depois de 2015, ano que marca o limite para se atingirem os Objetivos de Desenvolvimento do Milênio.

Em 1994, a Unesco estabeleceu o dia 5 de outubro como o Dia Mundial dos Professores, em celebração ao grande feito em favor desses profissionais em 1966, quando uma conferência intergovernamental especial organizada pela Unesco, em Paris, em cooperação com a OIT, adotou a Recomendação da Unesco/OIT relativa à Condição Docente.

 

http://www.iranews.com.br/noticia/10921/mundo-precisara-de-5-milhoes-de-professores-ate-2030

 


Loading. Please wait...

Fotos popular