Pravda.ru

Mundo

Bolívia acusa os EUA de conspirar

08.11.2007
 
Bolívia acusa os EUA de conspirar

O governo boliviano pediu explicacões ao embaixador dos Estados Unidos em La Paz, Philip Goldberg, por uma fotografia na qual  ele posa com um criminoso colombiano detido em um presídio de Santa Cruz sob acusação de assalto e seqüestros.

O diplomata aparece junto ao colombiano em uma fotografia tirada em uma feira internacional em Santa Cruz, mas nega conhecê-lo, segundo o jornal boliviano La Razón.

A fotografia em questão, na qual o embaixador aparece junto ao presidente da Câmara de Indústria e Comércio (Cainco) de Santa Cruz, Gabriel Dabdoub, e o colombiano John Jairo Banegas Reyes, foi divulgada na noite de ontem pelo ministro de Interior, Alfredo Rada.
Para o ministro, a fotografia "levanta muitas dúvidas, e quem está ali presente terá que esclarecê-las". O presidente da Bolívia Evo Morales , assegurou ontem em Santo Domingo que os oligarcas e os EUA conspiram contra seu governo.


Um comunicado da embaixada norte-americana disse que seu representante diplomático na Bolívia "esteve na expo-feira de Santa Cruz, e aceitou tirar fotos com dezenas de pessoas que pediram, todas elas desconhecidas".

O documento sustenta que Goldberg "não conhece a pessoa que aparece na fotografia" e anunciou que o embaixador está disposto a esclarecer eventuais dúvidas do governo "por vias diplomáticas".


O chanceler boliviano, David Choquehuanca, afirmou hoje considera "algo estranho que o embaixador apareça nesse tipo de fotografia", mas que o objetivo do encontro é "acreditar na palavra do embaixador, que disse que não conhece esse personagem e que apóia firmemente a democracia na Bolívia".

Por sua vez, Gabriel Dabdoub, presidente da Câmara de Indústria e Comércio (Cainco), relatou que durante uma volta que dava pela feira junto ao embaixador norte-americano, "se aproxima um senhor e nos pede para tirar uma foto, como fazem as crianças, idosos, todos". Para ele, "a difamação a que está chagando o governo deixa muito a desejar".

Até 20 dias atrás, o presidente da Bolívia havia proibido o embaixador Goldberg de "pisar no Palácio de Governo", exigindo que se desculpasse publicamente por uma declaração irônica que fez a respeito de seu pedido de transferir a sede das Nações Unidas para outro país.

 Com exceção de Banegas Reyes, que usa uma camiseta branca, as outras três pessoas usam terno escuro e gravata.

De acordo com informações policiais, Banegas Reyes e os outros colombianos ingressaram na Bolívia em 20 de setembro, apenas 4 dias antes de suposta data em que teria sido tirada a fotografia. Foram todos presos em 2 de outubro ao chegarem em Santa Cruz, vindos de Cochabamba, onde foram denunciados por assaltos à mão armada. Desde então, estão presos em Palmasola, o principal presídio de Santa Cruz


Loading. Please wait...

Fotos popular