Pravda.ru

Mundo

As mentiras da Geórgia

07.08.2009
 
As mentiras da Geórgia

O Chefe do Estado Maior da Federação Russa, General Anatoli Nogovitsin, disse que as declarações recentes proferidas pela Geórgia sobre o acto de chacina na Ossétia Sul há um ano são “mesquinhice e falsificação”.

Para General Nogovitsin, o objectivo é salvar a pele da administração georgiana (que perpetrou o ataque). “Os supostos 'documentos desclassificados' sobre os acontecimentos de agosto de 2008 no Cáucaso y intitulados 'Informações sobre a agressão da Rússia contra Geórgia' não são mais do que uma mesquinha falsificação inventada pelos dirigentes georgianos para salvar sua reputação no Ocidente”, afirmou.

O Governo de Geórgia apresentou ontem um livro dedicado à guerra de 2008 em Ossétia do Sul que tinha o título "Informação sobre a agressão de envergadura lançada pela Rússia contra Geórgia".

“O livro foi apresentado ontem a noite e não hoje de manhã. Por quê? Porque a intenção era aparecer nas edições matinais das cadeias estado-unidenses e, simultaneamente, nas publicações noticiosas vespertinas na Europa, o seja, se nota bem o estilo das agências publicitárias ocidentais,” acrescentou.

Afirmou ainda que o “vistoso livro com um CD com dados de vídeo e de áudio não tem nenhum documento novo.”

Fonte: RIA Novosti

Timofei BYELO

PRAVDA.Ru

Loading. Please wait...

Fotos popular