Pravda.ru

Desporto

Nova Zelândia: Medalhas para Portugal

30.01.2011
 

O Atleta português Lenine Cunha conquistou a medalha de prata no salto em comprimento T20 nos Campeonatos do Mundo para atletas com deficiência, que decorrem na Nova Zelândia. Luís Gonçalves, por sua vez, alcançou a medalha de ouro nos 400 metros T12 (amblíopes).

Portugueses conquistam Medalhas no Campeonato do Mundo de Atletismo - Nova Zelândia - Prata para Lenine Cunha e Ouro para Luís Gonçalves

O Atleta português Lenine Cunha conquistou a medalha de prata no salto em comprimento T20 nos Campeonatos do Mundo para atletas com deficiência, que decorrem na Nova Zelândia. Luís Gonçalves, por sua vez, alcançou a medalha de ouro nos 400 metros T12 (amblíopes).

Luís Gonçalves, medalha de prata na mesma categoria nos Jogos Paralímpicos de Pequim'2008, percorreu a distância em 49,83 segundos.

O atleta luso, que melhorou o tempo com que se apurou para a final (50',90''), impôs-se ao alemão Mathias Schroeder (50',96'') e ao espanhol Gerard Puigdevall (51',88''), segundo e terceiro classificados, respectivamente.

Lenine Cunha (deficiência intelectual) executou um salto de 6,74 metros -medalha de prata - tendo partilhado o pódio com o espanhol José Exposito e com o polaco Jacek Kolodziej, ouro e bronze, respectivamente.

Com a prata conquistada por Lenine Cunha, Portugal soma duas medalhas, depois do ouro conseguido por Luís Gonçalves nos 400 metros T12 (amblíopes).

No mesmo dia, Nuno Alves, Ricardo Vale e Carlos Ferreira correram as meias-finais dos 5 mil metros T11 (deficiência visual) para atletas cegos, com os dois primeiros a garantirem a presença na final.

Nos 100 metros T12 (amblíopes), Gabriel Potra falhou a qualificação para a final, enquanto Firmino Baptista foi desqualificado nos 400 metros T20.

Portugal está representado nos mundiais de atletismo por 17 atletas nos Mundiais de atletismo, que decorrem até 30 de Janeiro, em Cristchurch, na Nova Zelândia.

A competição junta mais de mil atletas oriundos de 70 países e permitirá definir mínimos e garantir, em alguns casos, o apuramento para os Jogos Paralímpicos de Londres'2012.

Fonte: Ana Lima Comunicação e Marketing

Federação Portuguesa de Desporto para Pessoas com Deficiência

 


Loading. Please wait...

Fotos popular