Pravda.ru

Desporto

Brasil campeãoooo !!

28.11.2006
 
Brasil campeãoooo !!

Uruguai consegue medalha de Bronze no Sul-Americano de Basquete Masculino Cadete de Montevidéu e fica “feliz da vida“ pela conquista.

Segundo o treinador uruguaio Alejandro “Galego” Alvarez o balanço é positivo pois destes doze jogadores, sete vão conseguir participar do próximo torneio da categoria pois nasceram no 1991 e 1992.

Ter brigado com o Brasil e Argentina até o final foi orgulho pra nós sendo que são duas grandes equipas e todos eles assim como os venezuelanos tem nascido no 1990 fora o camisa 5 brasileiro, Rafael que é 92.

URUGUAI: ( 5 ) Cristian Tisierre ( 1,94 ) – ( 7 ) Miguel Barriola ( 1,90 ) – ( 8 ) Bruno Fitipaldo ( 1,79 ) – ( 11 ) Damián López e ( 12 ) Matías Calfani ( 1,98 ).

VENEZUELA: ( 4 ) Ecker Yonaiker ( 1,80 ) – ( 5 ) Jhonny Suárez ( 1,86 ) – ( 7 ) Emilio Cappare ( 1,88 ) – ( 9 ) Josmar Acevedo ( 1,93 ) e Yelfri Berroteran ( 2,01 ).

ÁRBITROS:

Mario Luz ( Argentina )

Marcos Fornies ( Brasil )

José Carrasco ( Chile )

Os resultados dos quartos foi o seguinte:

1 – URUGUAI 7 – VENEZUELA 11

2 – URUGUAI 17 – VENEZUELA 20

3 – URUGUAI 35 – VENEZUELA 35

4 – URUGUAI 58 – VENEZUELA 49

Apenas 1`27” para o final do terceiro quarto a diferença foi favorável sempre para os vinhotinto 35 – 29.

Uruguai acabou conseguindo ficar no mesmo degrau da escada com dois arremessos de três pontos colocando o resultado 35 para cada lado.

No decorrer do quarto quarto ( 31´ ) Uruguai virou a partida pela primeira vez 37 – 35 sendo que a partir desse instante abriu a diferença máxima de 9 pontos em quatro oportunidades 46 – 37, 48 - 39, 52 – 41 e 58 – 49 ( resultado final do jogo ).

Desta forma Uruguai ganhou medalha de Bronze.

FINAL

BRASIL MAIS UMA VEZ CAMPEÃÃÃOOO !!!

BRASIL 88 – ARGENTINA 85

Os resultados dos quartos foram os seguintes:

1 – BRASIL 22 – ARGENTINA 14

2 – BRASIL 40 – ARGENTINA 32

3 – BRASIL 56 – ARGENTINA 64

4 – BRASIL 88 – ARGENTINA 85

ÁRBITROS:

Héctor Uslengui ( Uruguai )

Atilio Larrosa ( Uruguai )

Kaled el Halah ( Venezuela )

Os quintetos que abriram o jogo foram:

BRASIL: ( 4 ) Luis Fernando Pascotti ( 1,85 ) – ( 8 ) Vitor Alves Benite ( 1,86 ) – (12) André de Sousa Silva ( 2,02 ) – ( 13 ) Jean Phillippe Belmiro ( 2,00 ) e Rodrigo de Jesus Silva ( 2,02 )

ARGENTINA: ( 6 ) Cristian Glimberg ( 1,98 ) – ( 7 ) Cristian Cortes ( 1,82 ) – ( 8 ) Pablo Orletti – ( 9 ) Matías Nocedal ( 1,89 ) e ( 11 ) Fabián Ramírez ( 1,93 ).

No primeiro cuarto o Brasil começou bem melhor do que os argentinos ganhando uma vantagem de oito pontos no final 22-14.

Já no segundo quarto a diferença aumentou para 14 pontos ( máxima ) 28-14 ( 11´05” ) mas tratava-se de um confronto desportivo entre os dois grandões do continente sendo difícil que tudo continuara assim.

Porém Argentina foi diminuindo essa diferença voltando para os oitos pontos no final do quarto, 40-32.

No terceiro quarto Argentina virou a partida 50-49 pela primeira vez á falta de 4´11”.

Mais logo os argentinos evoluindo na qualidade do seu jogo encerraram o quarto com resultado final de 64 x 56.

Mais uma vez com grande trabalho do camisa 12 brasileiro, André de Sousa Silva, o time “ chefeado “ pelo treinador César Glidetti começou reagir se colocando 77 – 77 apenas 2´46” do final, ultrapassando 36 “ depois como arremesso de dois pontos do loiro camisa 13, João Phillippe Belmiro.

Com arremesso de três pontos do argentino Cristian Cortes ( o mais baixinho da quadra ) Argentina conseguii voltar na frente pela última vez 80-79 ( 38´10” ).

Com 1´32” na frente o Brasil ganhou a “ pole position “ até o final sendo que o camisa 5, Rafael Freire Luz foi destaque e tanto, furando a rede argentina com mais dois arremessos livres.

Na saída Argentina houve um erro importante que aproveitou mais uma vez o Rafael roubando a bola do lado da cesta colocando-a apoiado no cristal conseguindo também um livre levando a vantagem brasileira para 84 -80.

Com resultado favovável para a verde-amarela 88 – 85, com apenas 8´55” na frente, o Cristian Cortes teve o último arremesso de três pontos sem pressão dos brasileiros que falhou provocando a alegria dos jogadores do país-continente., que seguraram a bola com força até o apito final.

Logo tudo foi comemoração, abraços, pandeiro, sorrisos, pulos e cerimônia de encerramento com extrema emoção.

O PRAVDA em português parabeniza a Delegação brasileira pelo sucesso em mais um torneio continental.

O André de Sousa Silva foi o cestinha do torneio e o melhor jogador segundo o ver do Correspondente PRAVDA.

Correspondente PRAVDA em português.

ESPIN ASISTENCIA COMERCIAL

Gustavo Espiñeira

Montevidéu – Uruguai

Seg. 27 de novembro de 2006


Loading. Please wait...

Fotos popular