Pravda.ru

Desporto

Vôlei: Brasil fez a sua melhor exibição no Campeonato Mundial Juvenil Feminino

23.07.2007
 
Vôlei: Brasil fez a sua melhor exibição no Campeonato Mundial Juvenil Feminino

Nesta segunda-feira, o Brasil fez a sua melhor exibição no Campeonato Mundial Juvenil Feminino de Vôlei e garantiu uma das duas vagas do grupo B para as semifinais da competição com uma rodada de antecedência ao vencer a Itália por 3 sets a 0, parciais de 25/14, 25/19 e 25/13, em 1h04m de jogo.

A oposto Tandara e a ponteira Natália, ambas da seleção brasileira, foram as maiores pontuadoras do confronto, com 16 acertos cada. A partida foi realizada no Chalermphrakiat Stadium, na cidade de Nakhon Ratchasima (Tailândia).

Em busca do hexacampeonato (1987, 89, 2001, 03 e 05), o Brasil venceu os quatro jogos que disputou até o momento e encerrará a sua participação na primeira fase nesta terça. às 6h (de Brasília), contra Porto Rico. Depois da realização da quinta e última rodada, serão definidos os duelos das semifinais (1º A x 2º B) e (1º B x 2º A).

“Foi a nossa melhor atuação na competição. A Itália, na véspera, havia sido derrotada pelo Japão e precisava da vitória sobre o Brasil. E nós necessitávamos do resultado para garantir a classificação. Ou seja, sabíamos que seria um duelo complicado”, comentou o técnico Luizomar de Moura.

“Nosso time foi extremamente disciplinado taticamente e conseguiu neutralizar as principais jogadas do adversário. Tanto que fizemos 19 pontos de bloqueio e outros 13 em contra-ataques. As italianas se sentiram pressionadas o tempo todo”, continuou Luizomar.

O treinador brasileiro ressaltou ainda a rivalidade existente entre as seleções. “Brasil e Itália é um clássico. As jogadoras brasileiras crescem ouvindo histórias sobre a rivalidade entre os dois países, que, inclusive, são concorrentes no mercado do vôlei. Esses mesmos times de Brasil e Itália fizeram, há dois anos, uma das semifinais do Campeonato Mundial Infanto-Juvenil Feminino. Na ocasião, foi um grande jogo e vencemos por 3 sets a 1”, lembrou.

Depois do confronto com Porto Rico, a seleção brasileira voltará a jogar na quinta-feira, pela semifinal. “Agora, temos dois dias para estudar o próximo adversário. Até porque, contra Porto Rico, vamos dar ritmo às jogadoras que não estão começando as partidas. Será importante contar com todas as atletas bem preparadas para a semifinal”, explicou.

A meio-de-rede Malu, de 1,94m, defende as seleções brasileiras de base desde 2004 e destacou a importância da vitória sobre as italianas. “O jogo não foi fácil. Todo jogo contra a Itália é sempre um clássico. O importante é que o Brasil continue assim, caminhando passo a passo”, disse.

A ponteira Natália concorda. “Se a Itália tivesse derrotado o Brasil, três seleções estariam empatadas com três vitórias (Brasil, Itália e Japão). Conseguimos um resultado muito importante. Esperávamos por uma Itália com mais pegada e força no ataque. Mas entramos determinadas e tornamos o jogo mais fácil do que imaginávamos”, afirma.

Fonte Gazeta Esportiva


Loading. Please wait...

Fotos popular