Pravda.ru

Desporto

Hugo Eduardo de León - Herói tricolor porto-alegrense candidata-se Vice Presidente colorado

18.09.2009
 
Pages: 123
Hugo Eduardo de León - Herói tricolor porto-alegrense candidata-se Vice Presidente colorado

Hugo Eduardo De León, zagueiro charrua da fronteira Rivera-Livramento Campeão de América e do Mundo com os tricolores montevideanos e PORTO-ALEGRENSES candidata-se Vice Presidente COLORADO em outubro. Na Praça Independencia 818 de Montevidéu, o Hugo recebeu o PRAVDA ás 14 h na Quinta 10 de Setembro.

PRAVDA: Com essa manchete que tem aí na frente, acha que alguns dos torcedores da «Fiel» do Grêmio vão acabar se incomodando contigo?

HUGO: Não tem nada a ver uma coisa com a outra. Sou candidato do Partido Colorado no Uruguai que é política e não tem nada a ver com esporte no Rio Grande do Sul.

P: O que faz da sua vida e na política hoje. Porque acabou escolhendo a política neste instante?

HUGO: Nosso partido teve a pior votação na história em 2004, o partido mais histórico, com 33 presidentes da República dos 37 que houve, essa deve ser a eleição mais importante pois pela primeira vez nas pesquisas nós vimos dando que não tínhamos chance e é por isso que eu fui sair a fazer política pois eu pertenço a esse partido e nunca tinha participado e achei que era a hora que todos os que ficamos, os fieis do nosso partido sair a fazer a reivindicação do nosso partido, do nosso projeto e da renovação que teve o partido que era uma das causas que tinham dado como justificativo para a má votação em 2004.

P: Ainda como jogador de futebol você gostou sempre dos desafios. Quais são os desafios que tem na frente na política? Ganhar a Presidência hoje ou ficar de olho em 2014?

HUGO: Não, não, a minha convocação era porque acho que essa pode ser a eleição que pode marcar o futuro do nosso partido, então acho que quando você sabe que esse é o grande desafio que vai ter na vida, que pela primeira vez todos os colorados do Uruguai enfrentam, ir numa votação tendo que ter feito uma renovação e voltar nas suas origens voltando trabalhar novamente tudo mundo, isso vai dar se nós lograrmos o nosso objetivo que é chegar no Governo nesse ano quando ninguém acreditava, pode ser a vitória mais importante da história, e isso que o nosso partido é o mais histórico até hoje.

P: Palavra convence, exemplo arrasta? Esse poderia ser o teu ditado hoje de olho na campanha?

HUGO: Não, a campanha que a gente está fazendo, a reação do que estão querendo dizer primeiro aquelas pessoas, posso pensar novamente, o que foi feito, o que deve ser feito, expressar o sentimento de pertence e de fidelidade ao seu partido, acho que envolve muitas coisas que estão em jogo nessa aqui mas logicamente envolve a coerência, você tem que ser coerente ao longo da vida e eu acredito que o nosso partido político teve 33 Presidentes pela coerência do nosso povo. Então nos apelamos á coerência e logicamente á militância dentro do partido e aqueles que são fieis são os que somos representantes neste momento.

P: O número um e parceiro nesta fórmula presidencial, o Pedro Bordaberry venceu com 78% nas eleições internas do Partido Colorado perante os candidatos dos «chefões» históricos. Reflete o que?

HUGO: Não, acredito que como tudo na vida tem um momento de mudança, os grandes lideres são os lideres dos últimos 30 ou 40 anos, que foram Julio María Sanguinetti e Jorge Batlle Ibañez, duas vezes no Governo o Sanguinetti, uma vez o Jorge Batlle, acredito que bom... tiveram seu momento mas agora é o novo momento do partido e eles estão acompanhando aquele setor e indica que tinha que ter uma renovação. Infelizmente com a crise de 2004 não foi do jeito que a gente queria mas a vezes não sai tudo como a gente planeja e na política, a gente as vezes faz planos e não acontecem.

P: Junto com o Pedro Bordaberry, você viajou para manter uma conversa com o famoso político e ex presidente do time Boca Juniors de Buenos Aires, Mauricio Macri. Estão querendo viajar para Sampa, Porto Alegre mantendo contatos com o FHC?

HUGO: A agenda está complicada pois estamos 45 ou 46 dias da campanha e quanto a Buenos Aires, Pedro viajou já duas vezes tendo marcado reuniões, em uma oportunidade eu acompanhei, tinha outras viagens para o Brasil para entrevistar com Lula, mesmo nos EUA com o Presidente Obama, mas acho que a campanha está sendo tão importante, tão apertada que vamos ter que pospor um pouco essas viagens, porque não temos tempo senão de estar em todos os lugares do país aonde estão nos reclamando para que a gente passe a última mensagem antes das votações do dia 25 de Outubro.

P: Hugo, me diga, é ruim para o Pedro planejar a campanha com essa mochila do nome Bordaberry, você sabe que a concorrência continua caindo acima desse negócio.

HUGO: Não, não tem nada a ver com o que vai se votar agora, é uma história de 30 anos atrás, é uma história dele como um dos filhos do Juan María Bordaberry mas nessa votação não está sendo motivo de campanha porque as pessoas entendem que ele é filho, não tem nada a ver.

P: Você acha que daqui a pouco vão conseguir «abraçar» todos aqueles votantes que saíram do Partido Colorado em 2004?

Pages: 123

Loading. Please wait...

Fotos popular