Pravda.ru

Desporto

Abu Dhabi Grand Slam® Jiu-Jitsu World Tour Rio de Janeiro

14.11.2017
 
Abu Dhabi Grand Slam® Jiu-Jitsu World Tour Rio de Janeiro. 27665.jpeg

Abu Dhabi Grand Slam® Jiu-Jitsu World Tour Rio de Janeiro

Rio De Janeiro, 13 de novembro de 2017: O Abu Dhabi Grand Slam® Jiu-Jitsu World Tour Rio de Janeiro chega ao fim depois de um espetáculo de três dias ininterruptos de jiu-jits. O terceiro e final dia teve lutas eletrizantes nas finais dos faixas preta em diversas categorias de peso.

Os Finais dos Faixas Preta no terceiro dia encerram o Abu Dhabi Grand Slam® Jiu-Jitsu World Tour Rio de Janeiro

Ricardo Evangelista venceu as finais da categoria Master 1 faixa preta 110kg contra Cassio Silva 

Rafael Carino derrota Carlos Barreto no duelo das Lendas 

Os atleas dos EAU ganharam um total de 20 medalhas ao longo dos três dias

 

Rio De Janeiro, 13 de novembro de 2017: O Abu Dhabi Grand Slam® Jiu-Jitsu World Tour Rio de Janeiro chega ao fim depois de um espetáculo de três dias ininterruptos de jiu-jits. O terceiro e final dia teve lutas eletrizantes nas finais dos faixas preta em diversas categorias de peso. Com a presença de cerca de 7000 fãs na Arena Carioca, Ricardo Evangelista derrotou Cassio Silva na final dos faixas preta Master.

Com grande número de atletas faixas preta e das outras divisões, o maior número de atletas participantes, maior número de fãs e presença da mídia, três dias de evento e dezoito emissoras de TV de todo o mundo, o Abu Dhabi Grand Slam® Rio de Janeiro foi simplesmente o melhor evento no Abu Dhabi Grand Slam® Jiu-Jitsu World Tour até agora.

O diretor do Abu Dhabi Grand Slam®, Sr. Tareq Al Bahri, disse: "Este evento quebrou todos os records: número de atletas, números de dias do evento, presença dos fãs, mídia e emissoras de TV. Eu só quero agradecer a todos que possibilitaram este sucesso, incluindo a gestão, os atletas e paratletas, os voluntários, os fãs, que foram incríveis nos três dias, e a mídia brasileira e internacional pela fantástica cobertura. Esperamos voltar novamente ano que vem."

Ricardo Evangelista derrotou Cassio Silva em uma decisão por pontos por 3 a 0 em uma luta empolgante na divisão Master 1. Evangelista normalmente luta na categoria Adultos 110kg, mas decidiu mudar para a Master 1.

"Eu decidi mudar para a Master 1 porque meu colega de equipe Igor Silva (que ganhou a medalha de prata na categoria Adultos 110ks) teve melhores resultados nesta temporada. Nós lutamos pelo mesmo time (Commando Group) e nós sempre nos encontramos nas eliminatórias, então isso era uma desvantagem para o nosso time. Então eu decidi mudar para a Paster 1 para que ambos tivéssemos a chance de ir para as finais e ganhar o ouro, em vez de apenas um de nós poder ganhar." 

"Como vocês sabem, agora eu vivo em Abu Dhabi, então é realmente bom poder vir para o Rio para o Grand Slam, que é de longe o melhor torneio de jiu-jitsu do mundo. Eu estarei no Grand Slam em Abu Dhabi para ganhar o ouro novamente, e provavelmente lutarei na Master 1 novamente"

O duelo das Lendas entre os ex-lutadores do UFC, Rafael Carino e Carlos Barreto, encontrou uma plateia empolgada que torcia freneticamente pelas lendas. Em uma luta muito tática e cuidadosa, Carino conseguiu derrotas Barreto e ganhar por 2 a 0  nos pontos.

Comentando sobre a sua vitória, Rafael Carino disse: "E que tal essa plateia? É sempre uma experiência de humildade para mim vir e competir aqui, recebendo todo este respeito de todos os envolvidos, especialmente dos fãs. Eu parabenizo o Carlos Barreto por sua performance. Ele é uma lenda. Eu tenho muito respeito por ele e foi uma excelente luta. Eu agradeço a Federação de Jiu-Jitsu dos EAU por me convidar para competir no Grand Slam. Eles demonstraram um grande respeito e admiração e eu realmente gostei de competir."

Os atletas da categoria Juvenil dos EAU das faixas branca e azul ganharam um total de 9 medalhas hore. Ao longo dos três dias, os atletas dos EAU ganharam um total de 20 medalhas em diferentes categorias de peso e diferentes faixas. Foram 7 medalhas de ouro, 5 medalhas de prata e 8 medalhas de bronze.

Se você perdeu a transmissão do evento ao vivo, ele será transmitido posteriormente nas seguintes TVs parceiras nas próximas semanas: FOX Sports na Ásia, Fight Network no Canadá, Europa e regiões MENA, Astro na Malaysia, Starhub em Singapura, ABS-CBN Sports nas Filipinas, Orange TV na Indonésia, SCTV no Vietnã, Singtel em Singapura e na Austrália, Super Sport e Azam Sports na África, Fight Sports no Caribe, América do Norte e Europa, Dubai Sports e Sharjah Sports na região MENA.

A quarta etapa da 3ª Temporada (2017-18) do Abu Dhabi Grand Slam® Jiu-Jitsu World Tour será em Abu Dhabi (Emirados Árabes Unidos) nos dias 12 e 13 de janeiro de 2018. Para registro e mais informações, visite https://events.uaejjf.org/event/11

RESULTADOS DO TERCEIRO DIA

Faixas marrom e preta feminino

55kg - Em uma partida apertada, a faixa preta Amanda Nogueira teve problemas para lidar com uma oponente faixa marrom difícil: Mayara Abraão. A vantagem de 2 a 0 fez com que Amanda ganhasse, com uma vantagem que foi construída com uma derrubada no meio da partida.

62kg - Bia Mesquita continua a impressionar a plateia com performances sólidas. Na final contra a perigosa Bianca Basílio, Mesquita colocou o seu jogo para funcionar e conseguiu construir uma sólida vantagem de 6 a 0 para provar mais uma vez que ela é a rainha indiscutível da sua categoria de peso.

70kg - Ana Carolina Vieira parece imparável. Depois de finalizar duas oponentesno sábado, ela completou  na final com um estrangulamento pelas costas sobre Thamara Silva e ganhou seu segundo título consecutivo no Grand Slam.

90kg - Em outra luta entre uma faixa preta e uma faixa marrom, Claudia do Val teve problemas para pontuar contra Heloisa Ferreira, uma adversária muito resistente. Lutando de baixo na maior parte do tempo, Claudia ameaçou Heloisa com triângulos e omoplatas. O trabalho na parte de Val foi suficiente para que os árbitros a sagrassem campeã depois de um empate em 0 a 0 nos pontos.

Faixa preta masculino

56kg - José Carlos Lima assegurou a medalha de ouro com uma performance segura contra o americano David Herrera. Em uma luta muito acirrada, ele ficou na frente por 2 a 1 em vantagens para levar o título para casa.

62kg - João Miyao e Hiago George deram à multidão o que eles queriam. Os dois companheiros de equipe foram para a final e se envolveram em uma luta muito próxima com muitas varreduras. No final, com a pontuação em um empate de 6 a 6 em pontos, uma liderança de 1 a 0 nas vantagens fez de Hiago o campeão.

69kg - João Neto não perdeu tempo. No início da partida final, ele pegou Rafael Mansur em um poderoso estrangulamento em triângulo. Mansur usou toda a sua técnica e força para resistir à chave por alguns minutos, mas no final não teve outra escolha alem de bater, concedendo o título a Neto.

77kg - Em outra luta muito próxima, Hugo Marques aproveitou uma das poucas oportunidades para marcar uma vantagem de 2 a 0 com uma varredura e seguir em frente no placar. Ele manteve a liderança até o final para reivindicar a medalha de ouro.

85kg - Isaque Bahiense é agora é o vencedor de duas em três na temporada 2017/2018 do Grand Slam. A segunda medalha de ouro veio com uma vitória por 3 a 0 nas vantagens contra um adversário forte: Gustavo Batista. A final foi uma luta muito estratégica entre dois adversários que mostraram muito respeito um ao outro.

94kg - Depois de vencer Xande Ribeiro nas semifinais, Patrick Gaudio chegou à final contra Guilherme Santos como o favorito. No entanto, o jogo não foi desequilibrado, já que Santos provou ser um oponente de muito competitivo. A luta foi quase completamente travada com os dois lutadores em pé e, no final, Gaudio venceu por decisão do árbitro após um empate em 0 a 0 nos pontos.

110kg - Sob o coaching de ninguém menos que Leandro Lo, Gerard Labinski foi  com tudo na partida final contra Igor Silva. O expatriado polonês que mora em São Paulo e treina na NS Brotherhood lutou por cima e chegar à meia-guarda de Silva e marcou obteve uma vantagem de 1 a 0.

Vencedores da categoria faixa preta, Master 1, masculino

56kg: Huendel Osaki

62kg: Gabriel Moraes

69kg: Rafael Costa

77kg: Caludio Cardoso

85kg: Romulo Azevedo

94kg: Rubens Pedroso

110kg: Ricardo Evangelista

Melhores Academias

1.   Gfteam - 25.408 pontos

2.   Gracie Barra - 9.252 pontos

3.   Nova União - 7.868 pontos

Para os resultados completos do terceiro dia, visite: https://events.uaejjf.org/event/10/results

Para o vídeo dos destaques, clique AQUI 

- Fim -

Nota para os editores

Sobre a Federação de Jiu-Jitsu dos Emirados Árabes Unidos®:

A Federação de Jiu-jitsu dos EAU® foi criada em novembro de 2012 como a autoridade oficial para o jiu-jitsu nos Emirados Árabes Unidos. A Federação desempenha um papel de liderança no apoio ao jiu-jitsu e contribui para a construção de uma forte geração de atletas dos Emirados Árabes Unidos que se destacam nos níveis local e internacional. O papel da Federação é implementar políticas que desenvolvam o esporte em colaboração com várias entidades governamentais, instituições educacionais e outros parceiros para promover o esporte em nível local, regional e global. Curta nossa página no Facebook, siga-nos no Twitter @uaejjf, siga-nos no Instagram @uaejjf e visite nossa página nohttps://www.uaejjf.com

Marcas registradas: Todas as programações, imagens, semelhanças, slogans, marcas registradas, logos e direitos autorais do Abu Dhabi Grand Slam® são de propriedade da UAEJJF e de suas subsidiárias. Todas as outras marcas registradas, logos e direitos autorais são de propriedade dos seus respectivos donos.

DANTANI, Inc. Sports

 


Loading. Please wait...

Fotos popular