Pravda.ru

Desporto

Fluminense garantiu a vaga na Libertadores

03.04.2008
 
Fluminense garantiu a vaga na Libertadores

Fluminense venceu o Libertad-PAR, por 2 a 0, com gols de Cícero e Thiago Silva, nesta quarta-feira (02), no Maracanã, e pela primeira vez em sua história garantiu uma vaga nas oitavas-de-final da Libertadores.

Para manter a liderança do Grupo 8 e terminar a primeira fase no primeiro lugar geral, o Tricolor tem que vencer o Arsenal, na próxima quarta-feira, na Argentina, e a LDU, do Equador, no dia 17, no Maracanã, escreve o Сanal Fluminense.

Com o Libertad bem fechado, o Fluminense iniciou a partida tendo dificuldades para criar jogadas perigosas. Sendo assim, a primeira oportunidade acabou acontecendo em um chute da intermediária, de Thiago Silva, aos 4 minutos, que por pouco não surpreendeu o goleiro González.

Mostrando uma certa afobação e ansiedade, a equipe tricolor errava muito no ataque e ainda deixa espaços para o contra-golpe paraguaio. E foi desse jeito que Cuevas e Gamarra, numa bobeira de Gabriel, assustaram a meta de Fernando Henrique.

O Flu só voltou a arrancar suspiros de seus torcedores aos 24, quando Washington cabeceou para bela defesa de González. Cinco minutos depois, veio o primeiro gol. Em cobrança de falta pela direita, Conca alçou na área, Cícero cabeceou, a bola resvalou no zagueiro Sarabia e morreu no canto direito do goleiro do Libertad.

A vantagem no marcador animou a torcida e o time tricolor, que voltou a assustar aos 39, com Washington, e aos 45, numa jogada de Junior César que por pouco Cícero não completou para as redes.

Mais tranqüilo e bem postado em campo, o Fluminense voltou para a segunda etapa em ritmo eletrizante, tanto que ampliou o placar logo aos cinco minutos, e novamente através de uma falta pela direita. Thiago Neves lançou na área e Thiago Silva subiu mais alto que toda a defesa e o goleiro para escorar de cabeça. Festa com muito pó-de-arroz na arquibancada e comemoração apaixonada do zagueiro, que beijou o escudo e desenhou corações para a torcida.

Assim como aconteceu após o primeiro gol, o Flu se animou e quase transformou a vitória em goleada duas vezes, mas Cícero, de cabeça, e Thiago Neves, em um chute de fora da área, acabaram sendo atrapalhados pela trave.

Se a partida vinha sendo interessante até então, os 20 minutos finais foram de dar sono. Com a vaga assegurada, o Flu tocava a bola e esperava o tempo passar enquanto o Libertad atacava sem muito ânimo e objetividade. Uma cabeçada do volante Pouso que Fernando Henrique encaixou com segurança foi o momento de maior perigo até o apito final.

No fim, muita festa e comemoração da torcida com um resultado histórico e uma classificação que nenhum dos pouco mais de 36 mil tricolores presentes no Maracanã tiveram o gostinho de sentir até a noite desta quarta-feira.


Loading. Please wait...

Fotos popular