Pravda.ru

Desporto

Copa do Mundo vai receber R$ 25 bilhões em investimento público e gerar 700 mil empregos

02.08.2011
 

Copa do Mundo vai receber R$ 25 bilhões em investimento público e gerar 700 mil empregos. 15392.jpegNo total, evento vai movimentar R$ 183,2 bilhões e criar 330 mil vagas permanentes e 380 mil temporários

O sorteio preliminar para a Copa do Mundo Brasil 2014, que define as chaves das eliminatórias, neste sábado (30), na Marina da Glória, no Rio de Janeiro, será o pontapé inicial dos jogos dado pela Federação Internacional de Futebol (Fifa). Mas antes de a bola começar a rolar, o País já se prepara para receber o Mundial, com cerca de R$ 25 bilhões em investimentos, dos quais R$ 11,9 bilhões serão destinados para mobilidade urbana e R$ 6,7 bilhões para os estádios, R$ 5,5 bilhões para aeroportos e R$ 900 milhões em portos.

Segundo estudo encomendado pelo Ministério do Esporte, o resultado econômico deste esforço de hospedar as seleções de todo o mundo pode chegar a R$ 183,2 bilhões, com a criação de 330 mil empregos permanentes e 380 mil temporários. Apenas o impacto econômico do incremento no turismo deverá alcançar R$ 9,4 bilhões, por causa da vinda de 600 mil estrangeiros e também a circulação de 3,3 milhões de brasileiros entre as cidades-sede. 

Acompanhamento das obras - Para receber a Copa, são necessárias obras nas cidades que irão sediar os jogos, por exemplo, para melhorar o transporte público e as instalações de estádios e arenas esportivas. O sistema de monitoramento ganhou mais agilidade, com as equipes locais nas cidades que sediarão os jogos, coordenadas pelo ministério. 

O cidadão poderá acompanhar o andamento dos projetos por meio do sítio da Transparência, da Controladoria Geral da União, que detalha o quanto está sendo executado num gráfico: a Matriz de Responsabilidades. O documento, que traz os compromissos firmados pelos governos federal, estaduais e municipais, e também por outros atores, como os clubes de futebol. A matriz estabelece ainda os projetos que serão feitos, com cronograma para entrega, previsão de gastos e indicação da origem de financiamento.

O planejamento dos principais projetos de infraestrutura nas cidades-sedes da Copa 2014 foi dividido em ciclos, de acordo com a criticidade e tempo de maturação de cada projeto. O primeiro ciclo de planejamento tem como foco a infraestrutura, que engloba projetos de longa maturação que precisam ter as obras iniciadas imediatamente - mobilidade urbana, estádios, aeroportos e portos. 

O segundo ciclo contempla projetos suplementares de infraestrutura de suporte e serviços em Segurança e Turismo (infraestrutura turística, telecomunicações, energia, sustentabilidade ambiental e promoção e comunicação do País). No terceiro estão projetos de operação e ações específicas (operação aeroportuária, transporte e mobilidade urbana, fornecimento de energia, saúde, prevenção e pronto-socorro e estruturas temporárias para a Copa 2014).

Embaixador - Um ícone do futebol, Pelé foi nomeado embaixador honorário da Copa do Mundo FIFA Brasil 2014, segundo decreto presidencial de terça-feira (26). O ministro do Esporte, Orlando Silva, afirmou que Pelé poderá dar orientações sobre a Copa, representar o País em eventos e participar de conversas com a Fifa e os países participantes. "É uma homenagem por tudo que ele fez e faz pelo Brasil", diz Silva. 

Pelé disse que o convite para o cargo é irrecusável. "Desde quando nasci, desde a primeira Copa do Mundo, defendo e promovo o Brasil. É uma responsabilidade muito grande", disse o tricampeão mundial.

http://www.secom.gov.br/sobre-a-secom/nucleo-de-comunicacao-publica/copy_of_em-questao-1/em-questao-do-dia/copa-do-mundo-vai-receber-r-25-bilhoes-em-investimento-publico-e-gerar-700-mil-empregos

 


Loading. Please wait...

Fotos popular