Pravda.ru

CPLP » Brasil

Carta em homenagem ao estimado amigo Dante de Oliveira

14.07.2006
 
Carta em homenagem ao estimado amigo Dante de Oliveira

"O movimento pelas Diretas Já o tornou conhecido em todo território nacional, também pudera, a emenda era de sua autoria . Você, Dante de Oliveira, lembra democracia. Para sempre o seu nome ficará gravado com letras de ouro na História do Brasil. Bem que você, amigo, poderia ter ficado mais tempo conosco na luta pela transformação da sociedade brasileira, mas teve de partir inesperadamente, e por isso não pode dizer adeus" É com estas palavras que o economista e amigo pessoal, Aurelino Levy, presta uma homenagem no 7º dia da morte do ilustre Dante de Oliveira.


(Brenda Marques Pena - Assessora de Imprensa do Conselho Federal de Economia)
www.cofecon.org.br

13 de julho de 2006


Bem que você, amigo, poderia ter ficado mais tempo conosco na luta pela transformação da sociedade brasileira, mas teve de partir inesperadamente, e por isso não pode dizer adeus. Acredito que você, amigo, também tenha sido apanhado de surpresa, para ser recebido no céu por Ulisses Guimarães, Vicente Bezerra Neto, Leonel Brizola, Tancredo Neves, Dr. Paraná, Mário Covas, Bernardo de Oliveira, Franco Montoro, Miguel Arraes, Rubens de Souza Figueiredo, Irmã Joaquina de Figueiredo, D. Maria Müller, padre Firmo Pinto Duarte ...


Era sua hora companheiro...Pelos caminhos, nas muitas experiências adquiridas, você soube viver cada segundo e cada minuto da vida como se fosse o último, e não deu trégua às formas ditatoriais de governar. Tinha o coração de estudante (valente, idealista, puro). Foi político por vocação, e a essa tarefa entregou toda sua vida. Os cargos na política nunca lhe vieram de graça, mas devido à forte e importante militância ao lado dos excluídos, às propostas formuladas e ao espírito democrático.


Cada degrau galgado teve o apoio popular. O movimento pelas Diretas Já o tornou conhecido em todo território nacional, também pudera, a emenda era de sua autoria. Quantas "Marias" e "Clarisses" choraram pela volta da democracia em nossa "pátria mãe gentil"... Que momentos de fortes esperanças o Brasil vivenciou naquelas passeatas e comícios organizados por todo o chão desta terra!... Choramos com a não aprovação da sua emenda, choramos muito, e como choramos, mas mantivemos sempre acesa a esperança lançada. Você, Dante de Oliveira, lembra democracia. Para sempre o seu nome ficará gravado com letras de ouro na História do Brasil. Como executivo você dedicou devoção toda especial ao Brasil, ao Estado de Mato Grosso e a nossa querida capital mato-grossense. Quando prefeito de Cuiabá quantos planos importantes executou em busca da melhoria da urbanização da cidade... Nos dois mandatos como governador de Mato Grosso quantas sementes plantadas... e que hoje colhemos os seus frutos. Na Câmara Federal e no Ministério da Reforma Agrária, quantos sonhos se tornaram realidade!


Você, Dante de Oliveira, foi muito importante para o Brasil.
Que seu exemplo de vida sirva de estímulo aos jovens e novos políticos que surgirão em nosso país. E que Nosso Senhor Bom Jesus de Cuiabá e Nossa Senhora Aparecida - Padroeira do Brasil, guiem os nossos caminhos.
Descanse em paz estimado conterrâneo Dante de Oliveira, porque a sua missão aqui na Terra foi cumprida.


Em nota, Lula lamenta morte de Dante de Oliveira


O presidente Luiz Inácio Lula da Silva divulgou uma nota no dia 07 de julho lamentando a morte de Dante de Oliveira, deputado federal pelo Estado do Mato Grosso e autor da emenda constitucional que, em 1983, propunha a retomada das eleições diretas no país.


À época, a emenda, batizada de Dante de Oliveira, não foi aprovada pelo Congresso Nacional. Por causa disso, em 1984, Tancredo Neves foi eleito presidente do Brasil por voto indireto. Oliveira faleceu na noite do dia 06, vítima de infecção generalizada causada por uma pneumonia.


"A sociedade brasileira tem uma dívida de gratidão para com esse homem público que, enquanto deputado federal, propôs, naquele conturbado ano de 1983, a emenda constitucional que restabeleceria as eleições diretas para presidente no País", diz o texto. "Na ocasião, a vontade do povo não prevaleceu e a emenda de Dante foi rejeitada. Sua ousadia, porém, fortaleceu o movimento popular que já tomava as ruas pela redemocratização do Brasil".


Na nota, Lula diz que presta sua homenagem a Dante de Oliveira como "cidadão, companheiro de luta e Presidente da República", estendendo sua solidariedade à família e aos amigos do parlamentar, "personagem fundamental da história recente de nosso País".


*Aurelino Levy Dias Campos é vice-presidente do Conselho Federal de Economia e amigo pessoal do conterrâneo Dante de Oliveira.


Fonte: Isadora Grespan - Repórter da Agência Brasil


Loading. Please wait...

Fotos popular