Pravda.ru

CPLP » Brasil

Prémios da REDH-RN

07.12.2006
 
Pages: 12
Prémios da REDH-RN

Está tudo pronto para a cerimônia de entrega do XII Prêmio Estadual de Direitos Humanos e do X Prêmio Jornalístico da REDH-RN, que acontecerá em Natal segunda-feira 11 de dezembro

O Centro de Direitos Humanos e Memória Popular (CDHMP) e a Rede Estadual de Direitos Humanos do Rio Grande do Norte (REDH-RN), no Nordeste do Brasil, realizarão no próximo dia 11 de dezembro, às 13 hs. (não às 15, como tinha sido divulgado erroneamente na edição n. 213 deste jornal digital), na Câmara Municipal de Natal, a solenidade de entrega do XII Prêmio Estadual de Direitos Humanos “Emmanuel Bezerra dos Santos” e o X Prêmio Jornalístico de Direitos Humanos.

O evento, na forma de uma Sessão Especial da Comissão de Direitos Humanos da Câmara Municipal de Natal, marcará também as comemorações do Dia Municipal dos Direitos Humanos, data esta que homenageia o CDHMP no dia de sua fundação.

A duodécima edição do Prêmio Estadual de Direitos Humanos será entregue à militante Heronilza Ferreira do Nascimento , Niza, em memória, lembrando a sua vida dedicada inteiramente à promoção dos Direitos Humanos através da educação e o grande exemplo de ser humano, solidário e generoso, que foi até o último momento da sua existência. O evento inteiro será uma homenagem especial a esta valorosa ativista dos Direitos Humanos e da Cidadania que escolheu a promoção da vida e da dignidade do ser humano como projeto de sua curta, mas intensa trajetória.

O X Prêmio Jornalístico, em compensação, será entregue ao jornalista Eugênio Parcelle da Silva , um histórico militante norte-riograndense comprometido com a difusão dos Direitos Humanos nos meios de comunicação.

O Prêmio Estadual de Direitos Humanos foi criado em 1994, em homenagem ao militante e ex-desaparecido político Emmanuel Bezerra dos Santos , e tem o objetivo de agraciar pessoas ou entidades comprometidas com os Direitos Humanos, as liberdades democráticas e a defesa da vida. O Prêmio Jornalístico foi criado em 1997 para homenagear os jornalistas identificados com a causa da promoção dos Direitos Humanos e a Cidadania.

Para encerrar as homenagens aos premiados, será realizada uma confraternização em forma de festa cultural que acontecerá às 18 hs. no bar e restaurante Bardallos , na Rua Gonçalves Ledo, Cidade Alta, que contará com a presença especial de amigos, amigas e familiares de militante Niza e contará com uma grande e animada programação artístico-cultural, com destaque para uma exposição de multimídia do artista plástico Venâncio Pinheiro .

Tecido Social

Programação

XII Prêmio Estadual de Direitos Humanos "Emmanuel Bezerra dos Santos"

X Prêmio Jornalístico de Direitos Humanos

11 de dezembro de 2006, 13:00 hs., Plenário da Câmara Municipal de Natal (Rio Grande do Norte)

13:00 - Abertura da sessão. Mesa composta por:

1. Roberto de Oliveira Monte, Coordenador do Centro de Direitos Humanos e Memória Popular (CDHMP) e da Rede Estadual de Direitos Humanos do Rio Grande do Norte (REDH-RN);

2. Rogério Marinho, Presidente da Câmara Municipal de Natal;

3. Hermano Morais, Presidente da Comissão de Direitos Humanos da Câmara Municipal de Natal;

Franklin Capistrano, Vereador, membro da Comissão de Direitos Humanos da Câmara Municipal de Natal e proponente da sessão;

4. Representante da família da militante Heronilza Ferreira do Nascimento, premiada e homenageada “em memória”;

5. Representante dos amigos e amigas de Heronilza Ferreira do Nascimento;

6. Eugênio Parcelle da Silva, jornalista premiado;

13:30/15:30 – Solenidade de entrega do XII Prêmio de Direitos Humanos "Emmanuel Bezerra dos Santos" e X Prêmio Jornalístico. Fala de homenagem aos laureados. Espaço facultado aos premiados. Fala do premiado Eugênio Parcelle da Silva. Homenagem Especial a Heronilza Ferreira do Nascimento, a inesquecível Niza, com falas de Patrícia Oliveira, Amélia Freire e Márcia Gomes Pinheiro.

Programação Cultural:

1. Performances com o grupo de teatro livre de rua La Trupe.

2. Exposição multimídia do artista plástico Venâncio Pinheiro.

18:00 – Confraternização de encerramento das homenagens com festa cultural no bar e restaurante Bardallos, na Rua Gonçalves Lêdo, Cidade Alta, próximo ao antigo Cinema Nordeste.

E ntrevista

Eugênio Parcelle da Silva , jornalista, presidente da Associação Companhia Terramar , laureado com o X Prêmio Jornalístico de Direitos Humanos da REDH-RN

“Os olhássemos para as crianças com drogas, mas vestidas e sujas como olhamos para os nossos filhos, a situação seria diferente”

Por Antonino Condorelli

Pergunta: O que representa a obtenção do X Prêmio Jornalístico de Direitos Humanos para a sua carreira e para a Companhia Terramar?

Resposta: Foi uma grata surpresa. Cada vez mais valorizamos os presentes da terra e, vindo de pessoas comprometidas como as que fazem os direitos humanos neste Estado, ganha um significado maior. Só temos a agradecer.

Pergunta: Na sua opinião, de que forma que a questão dos direitos da criança e do adolescente possa entrar no processo de construção de uma rede de direitos humanos que atinja o Rio Grande do Norte como um todo, um projeto no qual o Centro de Direitos Humanos e Memória Popular está trabalhando há anos?

Pages: 12

Loading. Please wait...

Fotos popular