Pravda.ru

Negόcios

Armagedon Económico: Senhoras e senhores, está aqui a dupla recessão

26.08.2010
 
Armagedon Económico: Senhoras e senhores, está aqui a dupla recessão

O pior pesadelo previsto por especialistas econômicos nos últimos anos tornou-se realidade: uma nova pesquisa por gurus econômicos nos Estados Unidos da América revelou um cenário sombrio: a economia dos Estados Unidos está em um estado de depressão. Sim, é o Double Dip, (Dupla Recessão) um passeio de montanha-russa para a catástrofe económica. Chegou. A vir: falta de cumprimento do pagamento da dívida em escala maciça, a bancarrota de nações inteiras e da fome generalizada no mundo ocidental.


A pesquisa referente às obras de um grupo de economistas (David Rosenberg, Fred Harrison, Arthur Laffer, Prémio Nobel Paul Krugman, Robin Griffiths) é revelado no artigo do analista e escritor, Terrence Aym*, baseado nos EUA… uma leitura assustadora.


Embora estes economistas representam diferentes pontos de vista de lados opostos do espectro político, tanto nos E.U.A. como no Reino Unido, em uma coisa eles concordam: a próxima década vai piorar.


David Rosenberg afirma categoricamente que a economia dos Estados Unidos entrou em uma outra Grande Depressão, no início do mergulho duplo muito referido nos últimos anos, na sequência da revelação chocante em julho que o mercado imobiliário nos EUA entrou em colapso: uma diminuição de 27% em comparação com julho de 2009.


O economista britânico Fred Harrison explica que a especulação imobiliária em torno do globo foi o responsável pelo "boom and bust" rasgando a economia mundial e afirma que as reformas fiscais poderiam ter evitado a crise. O que ele prevê agora é uma depressão ao longo da década, alimentada por "uma enorme contração na demanda", resultando em um incumprimento de pagamento de dívida no valor de 45 triliões de dólares e taxas de desemprego de 25% no E.U.A. e Reino Unido. Pior ainda, Harrison prevê a bancarrota de nações inteiras e "algo invisível por centenas de anos pode aparecer novamente: a fome em grande escala em alguns países ocidentais".


Harrison, lembramos, foi apelidado pela Business Spectator, em 2008, "o canário na mina de habitação" ... "Nostradamus dificilmente poderia ter sido mais preciso".


Segundo a pesquisa, no artigo de Terrence Aym, os economistas norte-americanos Arthur Laffer e o vencedor do Prémio Nobel Paul Krugman estão de acordo com Harrison e prevêem mais desemprego, mais execuções hipotecárias, mais empresas a falirem, uma deterioração na crise de crédito e queda do setor imobiliário nos E.U.A..


Laffer, conselheiro do presidente Reagan, um membro do Comité Económico de Conselho Consultivo dos EUA, prevê uma queda "muito grande" para a economia norte-americana no início de 2011, traduzido na queda de lucros das empresas e um provável colapso do mercado acionário enquanto subidas de impostos e taxas de juros começam a ter efeito negativo.


Krugman concorda: uma segunda Grande Depressão está em curso hoje e amanhã, haverá dezenas de milhões de pessoas no desemprego endêmico de longo prazo nos E.U.A.. Robin Griffiths, estrategista da Cazenove Capital, concorda: "O mundo entrou em depressão financeira significativa", enquanto alega “um duplo mergulho é inevitável e iminente”, traçando um paralelo com a oferta de moeda M3 nos E.U.A. hoje e entre 1929/1933.
Senhoras e senhores, o duplo mergulho chegou.



* Economistas líderes de opinião: A segunda grande depressão chegou

http://www.helium.com/items/1933168-us-in-economic-great-depression

Timothy BANCROFT-HINCHEY
PRAVDA.Ru


Loading. Please wait...

Fotos popular