Pravda.ru

Negόcios

Produção de petróleo e gás da Petrobras aumentou 5,6%

19.03.2009
 
Produção de petróleo e gás da Petrobras aumentou 5,6%

A produção média de petróleo e gás da Petrobras no Brasil em fevereiro teve um aumento de 5,6%, sobre o volume produzido em fevereiro do ano passado, e de 1,3% em relação à produção do mês anterior, atingindo 2.247.707 barris por dia.


A produção exclusiva de petróleo dos campos nacionais, de 1.940.343 barris por dia, superou em 6,5% a do mesmo mês do ano passado e em 0,9% a de janeiro deste ano. Tanto a produção total (petróleo e gás) como a exclusiva de petróleo foram recordes mensais.


Diferença positiva de 17 mil barris por dia ocorreu na Bacia de Campos e foi proporcionada pelo aumento da produção das plataformas P-51, no campo de Marlim Sul, e P-54, que opera no campo de Roncador.

Considerados os campos do Brasil e do exterior, a produção total de petróleo e gás natural da companhia atingiu, em fevereiro deste ano, a média diária de 2.474.680 barris de óleo equivalente diários. Esse resultado foi 5,2% maior que a produção de fevereiro de 2008 e 1,7% acima do volume total extraído no primeiro mês deste ano.


Terminal GNL – Nesta quarta-feira (18), o presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, visitou o terminal de gás natural liquefeito (GNL) na Baía de Guanabara (RJ). Este é o segundo terminal desse tipo no país - o primeiro está localizado no Porto do Pecém (CE).


A obra, que faz parte do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), contou com investimentos de R$ 870 milhões, financiados pela Petrobras, e gerou cerca de 1.700 empregos durante sua execução.


De acordo com a Petrobras, a operação dos terminais da Baía da Guanabara e de Pecém marcam a entrada da empresa no mercado internacional de GNL, o que garante ao Brasil novas fontes de suprimento de gás natural e maior segurança energética.


O presidente ressaltou que aos poucos o Brasil está dizendo ao mundo que é independente, que quer fazer parceria e continuar comprando gás de todo mundo, mas não depender apenas de um só fornecedor.


A implantação dos terminais tem o objetivo de atender à demanda sazonal das usinas termelétricas a partir de uma fonte flexível de suprimento de gás, complementar à geração hidrelétrica. As usinas geram energia, principalmente no período seco, entre maio e novembro, quando a ocorrência de chuvas é menor. Com a geração das usinas, poupa-se água nos reservatórios das hidrelétricas.


A construção e a montagem do terminal da Baía de Guanabara foram concluídas em janeiro deste ano e, atualmente, o terminal está no estágio de pré-operação. Concluída essa fase, estará apto a operar comercialmente.

Projetos - No Plano de Negócios 2009-2013 da Petrobras está prevista a construção de novos terminais de regaseificação de gás natural liquefeito. O terceiro terminal, com capacidade de 14 milhões de m3/dia, deve entrar em operação em 2013 e o quarto, em 2014. Outros projetos serão desenvolvidos durante o período, como a unidade de liquefação flutuante, denominada “GNL embarcado”. Também está em desenvolvimento a planta de liquefação, armazenagem e regaseificação de GNL em terra, o que permitirá maior integração entre os setores de gás natural e energia elétrica.

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República


Loading. Please wait...

Fotos popular