Pravda.ru

Negόcios

Em Março, vendas do varejo variam 0,3% e receita nominal 0,5%

17.05.2009
 
Pages: 12
Em Março, vendas do varejo variam 0,3% e receita nominal 0,5%

Ambas as taxas foram em relação a fevereiro, na série com ajuste sazonal. Na comparação com março de 2008, o volume de vendas e a receita nominal do varejo cresceram 1,8% e 7,8%, respectivamente. No primeiro trimestre, esses indicadores cresceram 3,8% e 9,9%. Nos últimos doze meses, volume e receita acumularam crescimento de 7,2% e 13,5%. O resultado indica desaceleração no ritmo de crescimento das vendas, após aumentos a taxas acima de 1%, verificados no primeiro bimestre de 2009.

Em março, oito das dez atividades pesquisadas, obtiveram resultados positivos para o volume de vendas com ajuste sazonal: Veículos e motos, partes e peças (3,9%); Material de construção (3,0%); Tecidos, vestuário e calçados (1,9%); Livros, jornais, revistas e papelaria (1,9%); Artigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos, de perfumaria e cosméticos (1,4%); Equipamentos e material para escritório, informática e comunicação (1,4%); Outros artigos de uso pessoal e doméstico (1,1%) e Combustíveis e lubrificantes , com 0,9%. A atividade de Hipermercados, supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo não registrou variação enquanto a de Móveis e eletrodomésticos obteve taxa negativa de -2,2 % .

Já em relação a março de 2008 (série sem ajuste), seis das oito atividades do varejo obtiveram aumentam no volume de vendas cujas taxas: para Artigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos, de perfumaria e cosméticos ( 15,2%); Outros artigos de uso pessoal e doméstico ( 5,0%); Combustíveis e lubrificantes ( 4,2%); Hipermercados, supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo ( 0,7%); Equipamentos e material para escritório, informática e comunicação ( 18,0%); e Livros, jornais, revistas e papelaria ( 10,5%). Com resultados negativos apresentam-se as seguintes atividades: Móveis e eletrodomésticos (-0,9%) e Tecidos, vestuário e calçados ( -8,2%).

RESULTADOS SETORIAIS

A atividade de Artigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos e de perfumaria, com a maior participação na taxa global do varejo, influenciando a mesma em 48%, apresentou crescimento de 15,2% na comparação com março de 2008 e taxas acumuladas de 12,1% para o primeiro trimestre e de 13,1% nos últimos 12 meses. A expansão da massa de salários juntamente com a essencialidade do consumo de medicamentos, são os principais fatores explicativos do desempenho positivo do segmento.

A atividade de Outros artigos de uso pessoal e doméstico, com o segundo maior impacto na formação da taxa do varejo, obteve variação de 5,0% no volume de vendas em relação a março de 2008, sendo responsável por 24% da taxa geral. Englobando diversos segmentos do varejo, como por exemplo lojas de departamentos, ótica, joalheira, artigos esportivos, brinquedos, etc., esta atividade vem tendo seu desempenho impulsionado também pela manutenção do crescimento da massa salarial. O acumulado do ano foi da ordem de 6,7% e o acumulado dos últimos 12 meses, registrou variação de 11,0%.

Combustíveis e lubrificantes , com 4,2% de variação do volume de vendas na relação março2009/março2008, respondeu pela terceira maior contribuição à taxa global do varejo. Em termos de desempenho acumulado no ano, a taxa de variação chegou aos 3,0% e nos últimos 12 meses a 8,7%. Atribui-se este comportamento à estabilidade de preços dos combustíveis, conjugada com o aumento da frota de veículos automotores.

O segmento de Hipermercados, supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo mesmo com resultado abaixo da média - variação de 0,7% no volume de vendas em março sobre igual mês do ano anterior, foi responsável pela quarta contribuição (20,0%) da taxa. Em termos de acumulados no ano e nos últimos 12 meses, a atividade apresenta crescimento de 4,3% e 4,5%, respectivamente. Este desempenho, bem abaixo do dos meses anteriores, deve-se em parte ao efeito calendário, uma vez que a Páscoa em 2008 ocorreu no mês de março, e este ano em abril, o que elevou a base de comparação do indicador março2009/março2008.

O segmento de Equipamentos e materiais para escritório, informática e comunicação, responsável pelo quinto maior impacto na formação da taxa global , obteve acréscimo no volume de vendas, em março, da ordem de 18,0% sobre igual mês do ano passado e taxa acumulada no ano de 15,0% e nos últimos 12 meses de 29,7%. Trata-se da atividade com o maior patamar de crescimento este mês. Dentre os fatores que vêm determinando este desempenho, destacam-se a redução de preços dos produtos do gênero1 e a crescente importância que os produtos de informática e comunicação vêm tendo nos hábitos de consumo das famílias.

A atividade de Livros, jornais, revistas e papelaria, com crescimento de 10,5%, exerceu a sexta maior influência no resultado do varejo. O volume de vendas acumulado no trimestre registrou variação de 12,3% e nos últimos 12 meses a taxa foi de 11,4%. Estes resultados decorrem basicamente do aumento de renda real e da diversificação da linha de produtos da atividade, como por exemplo, a venda de materiais de informática, além de produtos de entretenimento (CDs e DVDs).

Pages: 12

Loading. Please wait...

Fotos popular