Pravda.ru

Negόcios

Comunicado de Cuba e Noruega, países garantidores do processo de Paz em Colômbia

15.01.2018
 
Comunicado de Cuba e Noruega, países garantidores do processo de Paz em Colômbia. 28038.jpeg

Comunicado de Cuba e Noruega, países garantidores do processo de Paz em Colômbia

Escrito por Cuba y Noruega

 

 

"Ressaltamos que o processo de implementação requer não só contar com as instituições e capacidades nacionais como também ter o firme respaldo da comunidade internacional nesta especial conjuntura".


Cuba e Noruega, países Garantidores do processo de paz que culminou com o Acordo Final de Paz entre o Governo da Colômbia e as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia-Exército do Povo [FARC-EP], participamos, nessa capacidade, na Comissão de Impulso, Seguimento e Verificação da Implementação do dito Acordo.

 

Os países garantidores saudamos o Informe do secretário-geral sobre a Missão de Verificação das Nações Unidas em Colômbia que foi debatido no passado 10 de janeiro no Conselho se Segurança, onde se refletem os avanços e obstáculos que o processo de implementação do Acordo Final de Paz vem enfrentando.

 

Neste contexto, se reafirma o papel que esta missão de verificação das Nações Unidas tem em áreas de vital importância para o cumprimento do referido Acordo, como são as relativas às garantias de segurança dos ex-membros das FARC-EP e das comunidades afetadas pelo conflito, e a reincorporação política, jurídica, econômica e social dessa ex-organização guerrilheira.

Como se refletiu no debate do Conselho de Segurança, houveram desenvolvimentos importantes durante os últimos meses, porém também há desafios na implementação que tem a ver com os atrasos e as modificações introduzidas no âmbito jurídico, com a falta de segurança nas áreas mais vulneráveis, e com o lento processo de reincorporação socioeconômica dos ex-combatentes.

Os países garantidores sublinhamos que nos próximos meses, em meio à contenda eleitoral que a Colômbia vive, se deverão impulsar as medidas que conduzam a uma implementação sustentável dos acordos.

 

Ressaltamos que o dito processo de implementação requer não só contar com as instituições e capacidades nacionais como também ter o firme respaldo da comunidade internacional nesta especial conjuntura. Esta comunidade vê esperançosa de que a solução política e negociada do conflito em Colômbia se constitua em exemplo para a solução de outros conflitos violentos no mundo, pelo que deve prestar seu mais decidido apoio à implementação do Acordo, durante todo o período de implementação previsto no acordo.

 

Saudamos a visita neste fim de semana à Colômbia do secretário-geral das Nações Unidas, o Sr. António Guterres, que demonstra o respaldo internacional à implementação do Acordo e à busca de uma paz estável e duradoura em Colômbia, com o qual também Cuba e Noruega estão comprometidas.

 

 Tradução > Joaquim Lisboa Neto

 


Loading. Please wait...

Fotos popular