Pravda.ru

Negόcios

Parabéns grandes mestres!

03.08.2009
 
Parabéns grandes mestres!

O dia 13 de agosto é um dia especial! Esse dia é separado à homenagem a um punhado de seres humanos que tem um curioso direito à fama. Conforme colocado em Heilbroner (1996) – com extratos nesse parágrafo e nos demais, segundo as regras dos livros de História de um colegial, estas pessoas nunca existiram: não comandaram exércitos, não enviaram homens à morte, não construíram impérios e tiveram pouco a ver com os tipos de decisões que fazem a História. Alguns deles conseguiram certo renome; outros poucos foram claramente ofendidos e também foram apontados como criminosos nacionais.

No entanto, o que eles fizeram foi mais decisivo para a História do que muitas ações de estadistas que foram envoltos em cintilante glória, pois, na maioria das vezes, perturbaram muito mais do que o ir e vir de exércitos de uma fronteira para outra e tiveram mais poderes para o bem e para o mal do que os éditos de reis e legisladores. Isso porque eles moldaram e agitaram as mentes dos homens. E como quem consegue atingir a mente do homem detém um poder maior do que o da espada e o do cetro, estes homens moldaram e agitaram o mundo.

Poucos deles nem sequer ergueram um dedo em ação; na maior parte, trabalharam como estudiosos – quietamente, despercebidos e sem dar muita importância ao que o mundo tinha a dizer ao seu respeito. Mas, em seu rastro, deixaram impérios abalados e continentes arrasados; fortaleceram e solaparam regimes políticos; colocaram classes contra classes e até mesmo nações contra nações – não com intrigas maldosas, mas com o extraordinário poder de suas idéias.

Quem foram esses homens? Nós os conhecemos como Grandes Economistas. Eles são os representantes de um grupo muito seleto de cientistas que, devido à sua grande importância teórica e prática à humanidade, dentre outros, ganham o Prêmio Nobel.

Parabéns a todos eles!

Texto elaborado por: Fred Leite Siqueira Cam pos

Professor Doutor e pesquisador na área de Economia

E-mail: f redlsc@unifei.edu.b r

REFERÊNCIAS:

HEILBRONER, Robert. A história do pensamento econômico. Nova Cultural: São Paulo, 1996.


Loading. Please wait...

Fotos popular