Author`s name Timothy Bancroft-Hinchey

Lançam edições uruguaias de livros brasileiros

Faz alguns dias aconteceram dois lançamentos de livros brasileiros em duas cidades uruguaias, talvez as mais integradas com a cultura do Brasil, como é o caso da capital Montevidéu que recebe os maiores eventos por causa de possuir o Aeroporto Internacional de Carrasco com conexões aéreas sem escalas desde Porto Alegre, São Paulo e Rio de Janeiro e a fronteiriça de Rivera que é vizinha da brasileira Santana do Livramento (SLV) sendo que poderíamos dizer que trata-se de uma cidade só no dia-a-dia.

No caso específico de Rivera, são muitas a famílias que são mistura de uruguaios e brasileiros, tendo assim a possibilidade de possuir as duas nacionalidades que é sempre uma grande vantagem para a população dessa fronteira chamada “Da Amizade”.

Rivera é mesmo uma cidade “estranha” pois fica distante 500 km de Montevidéu, capital uruguaia e Porto Alegre no Rio Grande do Sul (mesmo Estado que hospeda no mapa a cidade de Santana do Livramento) só que recebe maior visitação do lado brasileiro sempre e bem mais agora por causa desse REAL forte perante o magricelo PESO uruguaio.

O Estádio Municipal de Rivera batizado como Atilio Paiva Olivera, uns 15 quarteirões da Avenida que é divisa com Santana do Livramento com lotação para 27 mil pessoas, recebeu jogos do Torneio Gauchão que são bem-vindos sempre para a Prefeitura riverense que faz alguns anos ficou sem time local no Torneio Uruguaio logo alguns problemas que teve o clube Frontera Rivera.

Um destaque do futebol uruguaio que nasceu em Rivera e sua mãe tem moradia em Santana do Livramento sendo herói no tricolor gaúcho é o Hugo Eduardo De León, Campeão de América e do Mundo 1983 com o Grêmio de Porto Alegre.

Voltando ao assunto livros, Rivera teve a estréia dos lançamentos, apresentando as versões castelhanas dos livros dos escritores brasileiros, La Ciudad (A Cidade) de Munilo Rubião, São Bernardo de Graciliano Ramos e La Nueva California (A Nova Califôrnia) de Afonso Henriques de Lima Barreto.

Por enquanto, o lançamento destes livros em Montevidéu aconteceu no Salão de Cerimônias do Muséu Pedagôgico, do lado do antigo Ateneo, na Praça Cagancha que é marcação do Km Zero uruguaio.

Os eventos organizados pela Embaixada do Brasil em Montevidéu e a conhecida Editora La Banda Oriental, foram planejados para o ambiente estudantil, acadêmico e público em geral.

Os três livros destes destaques da literatura brasileira, foram traduzidos para o castelhano tendo como objetivo que façam parte da Coleção “Leitores da Banda Oriental”, com o apoio da Embaixada do Brasil em Montevidéu.

Na apresentação feita no Muséu Pedagôgico tomaram parte o Editor da editora La Banda Oriental, senhor Heber Raviolo, o Professor da Universidade da República (UDELAR), senhor Pablo Rocca (um dos tradutores dos livros), e dois professores convidados brasileiros Wander Melo Miranda e Carmen Figueiredo.

Correspondente PRAVDA.ru

Gustavo Espiñeira

Montevidéu – Uruguai