Pravda.ru

Notícias » Incidentes


Produtor de arroz tenta encerrar o bloqueio de índios em rodovia de Roraima

11.05.2008 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 
Produtor de arroz tenta encerrar o bloqueio de índios em rodovia de Roraima

O produtor de arroz Ivo Barili, de 48 anos, tenta encerrar o bloqueio que índios orientados pelo Conselho Indígena de Roraima (CIR) montaram na RR-319, com um pedido na Justiça Federal, de acordo com a Agência Brasil

. A estrada é conhecida como Transarrozeira e fica dentro da Terra Indígena Raposa Serra do Sol.Desde o início da semana, Barili não consegue levar à sua fazenda produtos que usa na lavoura como fertilizantes, insumos, sementes e óleo diesel.

Apesar disso, ele acredita que é possível conviver com os índios na reserva: “Não tenho inimigos índios. Já dei até carona para muitos deles, e os índios só estão fazendo isso, insistindo nessa homologação, porque são influenciados pelo CIR”.

A Fazenda Tatu, propriedade de Barili, tem 9,6 mil hectares e produz 180 mil sacas de arroz por ano. No momento, o produtor informa que 25 mil sacas precisam ser retiradas da fazenda – a quantidade está avaliada em R$ 750 mil e demanda ser puxada em pelo menos 30 viagens de caminhão.

O arrozeiro se diz disposto a deixar a reserva se o Supremo Tribunal Federal assim entender.

-O que o Supremo decidir eu cumpro, mas queria que os índios fizessem o mesmo.

A condição exigida pelo produtor para aceitar a saída, se determinada pela Justiça, é uma correção nos valores de indenização propostos pela Fundação Nacional do Índio [Funai}, que lhe ofereceu R$ 210 mil. Na avaliação de Barili, seriam “R$ 9 milhões como indenização justa e prévia”, além da realocado em outra área apta ao cultivo.

-Comprei minha fazenda faz 14 anos, com documentação centenária - afirmou o produtor.
 
1768
Loading. Please wait...

Fotos popular