Pravda.ru

Notícias » Mundo


Síria: Obama prolonga a guerra

08.07.2014 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 
Síria: Obama prolonga a guerra. 20546.jpeg

Obama pede dinheiro ao Congresso para treinar rebeldes sírios "adequadamente selecionados":[1]


"O presidente Obama pediu $500 milhões ao Congresso na 5ª-feira, para treinar e equipar "membros da oposição síria adequadamente selecionados", como disse a Casa Branca, mostrando crescente preocupação com o 'respingamento' do conflito sírio sobre o Iraque."


É ideia de doidos e movimento lunático. Injetar mais armas e mais rebeldes armados no conflito sírio só fará aumentar o conflito e afetará negativamente a situação da segurança na Síria, no Iraque, no Líbano, na Turquia e na Jordânia. Assim se comprova que ninguém está preocupado com qualquer 'respingamento'.

Em agosto do ano passado, Edwald Luttwak escreveu que os EUA ganham, se os dois lados continuarem a lutar; e que os EUA portanto deveriam estender o conflito o mais possível:[2]


"O objetivo dos EUA deve ser manter o impasse. E o melhor meio possível para conseguir manter o conflito é armar os rebeldes quando parecer que as forças do Sr. Assad estejam em ascensão; e cortar o suprimento, se os rebeldes parecerem estar realmente vencendo."


Tudo sugere que Obama, mesmo ao preço de fracasso regional mais amplo, está seguindo essa política.

Os porta-vozes de Obama merecem outra medalha Orwell:


"Apesar de continuarmos a crer que não há solução militar para essa crise e que os EUA não devem pôr soldados norte-americanos em combate na Síria, esse pedido marca mais um passo para ajudar o povo sírio a defender-se contra ataques do regime" - disse Caitlin Hayden, porta-voz do Conselho de Segurança Nacional, em declaração.


O maior perigo para os civis e para o Exército Sírio Livre, cujo principal comandante oficial foi (outra vez) demitido por corrupção,[3] não são as forças do governo de Assad, mas os terroristas jihadistas.

Os EUA já treinam e armas rebeldes "adequadamente selecionados" há, no mínimo, dois anos! E já entregaram a eles toneladas de armas. Aquelas armas acabaram em mãos dos terroristas jihadistas e os rebeldes "selecionados" estão hoje ou mortos ou já se uniram a grupos associados à AlQaeda. O novo treinamento tomará seis meses, antes de os 'treinados' estarem, digamos, 'prontos'. Em seis meses, o exército sírio legal estará em melhor posição do que está hoje e o principal inimigo para todos naquele campo de batalha será o ISIS.

Não será surpresa para mim quando os tais rebeldes "adequadamente selecionados" e já treinados se unirem ou às tropas de Assad ou às tropas do ISIS, tão logo retornem à Síria, no final do 'treinamento' que os EUA desejam que tenham. *****

 


[1] http://www.nytimes.com/2014/06/27/world/middleeast/obama-seeks-500-million-to-train-and-equip-syrian-opposition.html

[2] http://www.nytimes.com/2013/08/25/opinion/sunday/in-syria-america-loses-if-either-side-wins.html?_r=1&

[3] https://news.yahoo.com/syria-opposition-sacks-rebel-command-over-graft-allegations-093619778.html?soc_src=mediacontentsharebuttons

 

  

27/6/2014, Moon of Alabama
http://www.moonofalabama.org/2014/06/syria-obama-prolongs-the-conflict.html

 

 
4079
Loading. Please wait...

Fotos popular