Pravda.ru

Notícias » Brasil


PE: divulgados integrantes da CPI do tráfico de órgãos

18.12.2003 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

Os parlamentares são: Raimundo Pimentel (PSDB), autor da proposta e possível presidente, Sebastião Rufino (PFL), Roberto Leandro (PT), Antônio Moraes (PSDB), Lourival Simões (PV), Betinho Gomes (PPS), Fernando Coutinho (PSB), Henrique Queiroz (PP) e Augusto César (PTB).

A CPI foi criada na sexta-feira passada e deve durar 90 dias, podendo ser prorrogada por mais 60. A instalação da comissão está prevista para amanhã, as 10h. Os primeiros depoimentos devem ser colhidos já na quinta-feira, quando os parlamentares irão ouvir algumas pessoas transplantadas.

A abertura da CPI foi motivada pela prisão de uma quadrilha internacional que traficava órgãos para a África do Sul, no dia 02 de dezembro, pela Polícia Federal. Das 11 pessoas envolvidas, nove são brasileiras e duas israelenses. Esta foi a primeira vez que uma quadrilha de tráfico de órgãos foi presa no Estado pela PF, que está há nove meses investigando o caso. Segundo a Polícia Federal, o grupo oferecia dinheiro em troca de rins e fazia a operação de retirada do órgão na cidade de Durban, na África do Sul. Depois da operação, cada rim era vendido no mercado clandestino por até US$ 11 mil.

Em Brasília, a Câmara dos Deputados também criou uma CPI para apurar o tráfico de órgãos no País. A CPI federal foi proposta pelo deputado Neucimar Fraga (PL-ES), que esteve em Pernambuco na semana passada para colher depoimentos.

As informações são da Agência Nordeste. PEC paralela: Valadares quer que líderes no Senado peçam pressa à Câmara Brasília, 16 - O senador Antônio Carlos Valadares (PSB-SE) exortou os líderes partidários no Senado a comparecerem em peso à Câmara dos Deputados na sexta-feira (20) pela manhã para pedir pressa na votação da proposta de emenda à Constituição n° 77/2003, a chamada PEC paralela. Ele elogiou o que chamou de “grande obra de engenharia política” e destacou o empenho do presidente do Senado, José Sarney, na elaboração da PEC paralela.

- Foi um esforço fantástico, depois da ironia de alguns que a chamaram de “PEC Conceição”, porque “ninguém sabe, ninguém viu”, “PEC da enrolação”, “PEC da empurração com a barriga” etc. E agora eis aí o resultado, com todas as lideranças apoiando de forma integral a proposta, que resolve o problema dos que sofrem de doenças incapacitantes e que institui o subteto que resolve o problema de vários governos estaduais - disse Valadares.

PSB

 
2531
Loading. Please wait...

Fotos popular