Pravda.ru

Notícias » CPLP


José Inácio Faria integra missão de evocação do aniversário do genocídio arménio em Istambul

24.04.2019 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 
José Inácio Faria integra missão de evocação do aniversário do genocídio arménio em Istambul. 30854.jpeg

José Inácio Faria integra missão de evocação do aniversário do genocídio arménio em Istambul

 

O Eurodeputado José Inácio Faria desloca-se a Istambul, Turquia, entre os dias 22 e 25 de Abril para se juntar às cerimónias evocativas do genocídio arménio, a convite do Movimento Social Europeu Anti-Racista (EGAM - European Grassroot Anti-Racist Movement) que organiza o evento em parceria com outros movimentos intelectuais, associativos e de juventude representativos da sociedade civil turca.

 

No clima contemporâneo da Turquia, em que as ameaças às liberdades individuais e colectivas são uma constante, em que são promovidas sucessivas negações da história e em que são perpetradas inúmeras violações aos direitos humanos, a visita desta delegação reflecte, tanto mais, a importância deste momento.

 

Trata-se de uma oportunidade para apoiar os activistas pró-democracia da Turquia e da Arménia e também para travar encontro com as populações académica, científica, humanista e artística que se têm comprometido com a luta pelos direitos humanos, pela democracia e contra a negação histórica.

 

A data do genocídio arménio pelo Império Otomano é celebrada a 24 de Abril, sendo que esta data é altamente polémica para o governo de Ancara que não a reconhece. A discórdia agravou-se entre a Turquia e a União Europeia em 2015 quando o Parlamento Europeu pediu ao governo turco o reconhecimento do genocídio. As negociações para adesão da Turquia ao bloco comunitário iniciaram-se em 2005 mas estão suspensas neste momento.

 

Disse José Inácio Faria:

A negação do extermínio arménio pelo estado da Turquia, que fez cerca de 1 milhão e meio de mortos, é indecente ainda para mais, sendo a Turquia um país no radar das ambições de alargamento da União. Esta visita serve para mostrar que não deixaremos esquecer estes crimes e a importância da aprendizagem com este holocausto oculto. Serve também para demonstrar que UE se mantém a curta distância para apoiar os povos turco e arménio nos seus processos democráticos e na defesa da igualdade de direitos que entraram em retrocesso desde a tentativa de golpe militar em 2016.

Foto: https://pt.wikipedia.org/wiki/Ficheiro:Armenians_marched_by_Ottoman_soldiers,_1915.png

 

 
3022
Loading. Please wait...

Fotos popular