Pravda.ru

Federação Russa

Fradkov e Ianukovitch chegaram a um acordo

17.08.2006
 
Fradkov e Ianukovitch chegaram a um acordo

Os primeiros-ministros da Rússia e Ucrânia, Mikhail Fradkov e Viktor Ianukovitch  não perderam tempo em Sochi, empenhados numa discussão sobre a “questão do gás”. Ao fim das negociações, informaram que foi acordado bombear até a temporada de inverno um volume adicional de gás russo para os depósitos ucranianos.

 Cada dia a Ucrânia vai comprar e guardar nos depósitos subterrâneos 130 milhões de  metros cúbicos do gás para acumular 24,5 bilhões de metros cúbicos antes do início do tempo frio. Os dois chefes de Governo combinaram tambem os parâmetros de preços do gás russo para o fim deste ano e começo de 2007.

Hoje Ucrânia compra o gás russo  por 95 dólares por mil de metros cúbicos. Este preço fica fixado até o fim do ano corrente. Depois, segundo Viktor Ianukovitch, “os esquemas adotados serão esquemas de mercado e os mecanismos de taxação dos preços serão transparentes e condizentes com o nível das relações econômicas entre a Ucrânia e a Rússia”.

 Os analistas russas consideram  que Ianukovitch aceitou a proposta  russa  sobre o aumento do  preço  do gás , mas vai discutir  a dimensão desse aumento. Seja o que for , as negociações detalhadas agora abertas sobre o assunto continuarão.

 Os entendimentos agora alcançados abrem caminho para um abastecimento ininterrupto dos consumidores ucranianos com gás. Ao mesmo tempo, isso significa que no próximo inverno não acontecerão no território ucraniano casos de extração ilegítima de gás exportado para a Europa Ocidental, como ocorreu na estação anterior durante o Governo “laranjista”. Portanto, pode-se esperar que esse produto russo seja doravante exportado para o Exterior sem interrupções.


Loading. Please wait...

Fotos popular