Pravda.ru

Federação Russa

Indústria russa se expande globalmente

17.05.2007
 
Indústria russa se expande globalmente

A empresa russa Russkiye Mashiny (Máquinas Russas) comprou recentemente uma grande quantidade de ações da fabricante canadense de autopeças Magna, uma das maiores do mundo. Russkiye Mashiny é parte do conglomerado russo Elementos Básicos, que possui várias indústrias automobilísticas na Rússia, e agora passa a ter projeção internacional, graças ao investimento de mais de 1,5 bilhões de dólares na compra da Magna, podendo distribuir seus produtos para várias das maiores montadoras de automóveis, como GM, Ford, Volkswagen, Chrysler, entre outras.

A empresa russa Russkiye Mashiny (Máquinas Russas) comprou recentemente uma grande quantidade de ações da fabricante canadense de autopeças Magna, uma das maiores do mundo. Russkiye Mashiny é parte do conglomerado russo Elementos Básicos, que possui várias indústrias automobilísticas na Rússia, e agora passa a ter projeção internacional, graças ao investimento de mais de 1,5 bilhões de dólares na compra da Magna, podendo distribuir seus produtos para várias das maiores montadoras de automóveis, como GM, Ford, Volkswagen, Chrysler, entre outras.

Russkiye Mashiny pretende expandir ainda mais suas operações internacionais, planejando gastar pelo menos 300 ou 400 milhões de dólares em tais projetos, cifra que provavelmente será maior.

O proprietário do conglomerado Elementos Básicos é Oleg Deripaska, um nome relativamente pouco conhecido entre os oligarcas russos. Figuras ligadas ao petróleo, como Mikhail Khordokovski (ex-dono da ex-maior empresa petrolífera russa, preso por fraude) ou Roman Abramovitch (o homem mais rico da Rússia), são mais conhecidos.

Oleg Deripaska não tem negócios no setor de petróleo ou gás, mas sim em siderurgia, indústrias mecânicas e construção. De acordo com o jornal russo Vedomosti, Deripaska é o segundo homem mais rico da Rússia, com uma fortuna estimada em 14 bilhões de dólares, o que o deixa próximo à fortuna de Abramovitch, detentor de 18 bilhões.

A expansão internacional da indústria mecânica russa e a fortuna de Deripaska comprovam que, conforme já saiu em um artigo antes ( O Sucesso Econômico Russo ), a economia russa está cada vez mais diversificada, e depende menos de matérias-primas como petróleo e gás.

A indústria e o setor informático da Rússia têm um enorme potencial de crescimento internacional, graças a excelentes produtos, mão-de-obra qualificada e custos relativamente baixos. É de se esperar que, em breve, surjam novas aquisições bilionárias como a de Magna por Russkiye Mashiny, e apareçam novas fortunas ligadas ao setor industrial, como a de Deripaska.

Carlo MOIANA
Pravda.ru
Buenos Aires


Loading. Please wait...

Fotos popular